-Publicidade-

Deputado quer proibir ‘linguagem neutra’ nas escolas

Projeto de Lei aguarda despacho de Rodrigo Maia
Foto: Divulgação/Agência Brasil
Foto: Divulgação/Agência Brasil | Foto: Divulgação/Agência Brasil

Projeto de lei aguarda despacho de Rodrigo Maia

deputado quer proibir linguagem
Junio Amaral é o autor da medida | Foto: Divulgação/Agência Brasil

Universidades, escolas e concursos públicos podem ser proibidos de utilizar “linguagem neutra” quando fizerem referência às pessoas que não se identificam com o sexo biológico feminino ou masculino. Contudo, apenas se o Projeto de Lei (PL) 5198/2020 for aprovado. A medida é de autoria do deputado federal Junio Amaral (PSL-MG) e aguarda despacho do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), desde 18 de novembro. “Este projeto de lei é apresentado em resposta a tentativas isoladas de impor ao conjunto do todo nacional uma visão linguística que reconheceria no português um terceiro gênero, o neutro, ao lado dos gêneros masculino e feminino”, argumentou o parlamentar, no PL.

Entenda o que é ‘linguagem neutra’

Não perca

Escola particular do Recife ‘ensina’ linguagem neutra

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês