Doria e Pazuello entram em atrito sobre CoronaVac

Ministro da Saúde disse que a vacina não é Estado de São Paulo, mas do Butantan
-Publicidade-

Ministro da Saúde disse que a vacina não é do Estado de São Paulo, mas do Butantan

Doria
Governador de São Paulo, João Doria | Foto: Governo do Estado de São Paulo
-Publicidade-

O governador de São Paulo, João Doria, e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, entraram em atrito sobre a CoronaVac nesta terça-feira, 8, em uma reunião virtual.

O tucano acusou Pazuello de privilegiar outras vacinas em detrimento da produzida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, ligado ao governo paulista.

Leia mais: “Deputado quer proibir vacinação obrigatória”

“O que difere, ministro, a condição e sua gestão como ministro da Saúde de privilegiar duas vacinas em detrimento de outra vacina? É uma razão de ordem ideológica, política ou de falta de interesse em disponibilizar mais vacinas?”, disse Doria em encontro com governadores.

Pazuello rebateu dizendo que a Coronavac não é do governo de São Paulo, e sim do Instituto Butantan, a maior fabricante de vacinas no país.

“Já falei para todos os governadores: a vacina do Butantan não é do Estado de São Paulo, é do Butantan. Não sei por que o senhor fala tanto como se fosse do Estado. Ela é do Butantan. É a maior fabricante de vacina do nosso país. E é respeitado por isso”, afirmou Pazuello.

O ministro garantiu que, se a CoronaVac for aprovada, o ministério vai avaliar a demanda e, se houver preço, o governo vai comprar.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

10 comments

  1. ALÔ, POLÍCIA FEDERAL!!!
    ALÔ, MINISTÉRIO PÚBLICO!!
    O QUE ESTÁ FALTANDO PRA INVESTIGAREM A RELAÇÃO SUSPETÍSSIMA DE DÓRIA COM A SINOVAC/BUTANTAN???
    Dória age como se tivesse uma arma apontada pra sua cabeça, tamanho é o desespero pra aprovar a VACHINA. Tem muita propina rolando…

  2. Para esse covarde sem escrúpulos estar solto ainda, afrontando a população, poder executivo, ministérios da saúde e público, etc, deve ter muita gente graúda envolvida e que vai morder um pedaço desse bolo.

  3. Se Doria for ao STF para liberar sua gloriosa vacinação no dia da Fundação de São Paulo e o STF determinar que a ANVISA aprove até essa data, só resta então a Anvisa e o Ministério da Saúde pedir que ambos se responsabilizem pela sua aprovação, perante as agencias internacionais de saúde. O Supremo tudo pode. Pode até tornar inconstitucional a lei do voto impresso, porque não gosta da impressora acoplada na “fascinante e segura” urna eletrônica e inventam o argumento “violação do sigilo e liberdade do voto” e outras baboseiras. Tentou também tornar constitucional, a inconstitucional reeleição dos presidentes do Congresso com o voto de 5 de seus notáveis.
    Se e fácil assim interpretar a CONSTITUIÇÃO, penso que também sou NOTÁVEL, sem saber jurídico.

  4. Acaso o senhor Dória tem dupla cidadania, brasileira e chinesa ??????? Acaso defende os interesses da China no Brasil ???? Nota-se na foto que em seu lugar há uma bandeira brasileira, uma bandeira paulista e uma bandeira chinesa!!!!!!!! O Conselheiro Acácio está intrigado!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site