Eleições EUA: em redes sociais, Trump desperta mais interesse do que Biden

Atual presidente lidera nas buscas do Google, Facebook e no YouTube. Biden vai melhor no Instagram e no Twitter
-Publicidade-
O presidente dos EUA, Donald Trump | Foto: GAGE SKIDMORE/FLICKR
O presidente dos EUA, Donald Trump | Foto: GAGE SKIDMORE/FLICKR | O presidente dos EUA, Donald Trump | Foto: GAGE SKIDMORE/FLICKR

Atual presidente lidera nas buscas do Google, Facebook e no YouTube. Biden vai melhor no Instagram e no Twitter

trump
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump | Foto: Age Skidmore/Flickr
-Publicidade-

Em ambiente virtual, o candidato à presidência dos Estados Unidos mais comentado é Donald Trump. Nos últimos sete dias, o nome do presidente foi buscado no Google quase duas vezes mais pelos cidadãos norte-americanos que o de seu oponente, Joe Biden. O candidato à reeleição pelo partido Republicano também apresentou desempenho semanal melhor no Facebook e no YouTube. Porém, no Twitter e no Instagram o postulante do Partido Democrata esteve na dianteira nesse mesmo período.

Entre os dias 27 de outubro e 2 novembro, Trump conseguiu 179 mil curtidas em sua página do Facebook e Biden, 105 mil. Os vídeos do canal do presidente no YouTube tiveram quase 100 milhões de visualizações contra menos de 8 milhões do oponente. Já no Instagram, o candidato democrata ficou na frente com 251 mil novos seguidores contra 202 mil do candidato à reeleição. A situação se repetiu no Twitter: 279 mil novos seguidores na rede social de Biden, contra 15 mil, de Trump.

A disputa nas redes sociais no dia da eleição

Na terça-feira 3, quase 9 milhões de usuários comentavam sobre Trump no Facebook. Biden era citado por cerca de 3 milhões. A audiência no YouTube também favoreceu o atual presidente: mais de 34 milhões de visualizações feitas ontem em seus vídeos contra menos de 2 milhões no canal do adversário. No Twitter, Biden ganhou 308 mil novos seguidores conquistados ontem e Trump, 149 mil. A conta de Biden no Instagram começou a ser seguida por 151 mil novo usuários e a de Trump por 138 mil.

Leia também: Eleitores dos EUA querem saber se podem mudar o voto

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site