Em escola de SP, lixo eleitoral une PT e PSDB

Petista e aliados de tucano dominam sujeira em local de votação
-Publicidade-
Tucano Eduardo Tuma e petista Alfredinho: unidos na promoção de lixo eleitoral | Foto: Anderson Scardoelli/Revista Oeste
Tucano Eduardo Tuma e petista Alfredinho: unidos na promoção de lixo eleitoral | Foto: Anderson Scardoelli/Revista Oeste | lixo eleitoral - pt e psdb - são paulo

Petista e aliados de tucano dominam sujeira em local de votação

lixo eleitoral - pt e psdb - são paulo
Tucano Eduardo Tuma e petista Alfredinho: unidos na promoção de lixo eleitoral | Foto: Anderson Scardoelli/Revista Oeste

O PT e aliados do PSDB estão juntos nas eleições 2020. Ao menos no quesito sujeira eleitoral em ponto de votação na cidade de São Paulo. Na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Emílio Ribas, colégio eleitoral localizado no distrito de Sapopemba, petista candidato a vereador e integrantes da coligação tucana aparecem em “santinhos” jogados na rua.

-Publicidade-

Leia mais: “10 curiosidades sobre as eleições 2020”

O lixo eleitoral na Emef Emílio Ribas conta com a divulgação da candidatura de Alfredinho (PT). O petista busca o quinto mandato consecutivo na Câmara Municipal de São Paulo [foi eleito vereador pela primeira vez no pleito de 2004]. Na disputa deste ano, seu nome, contudo, pode ser atrelado à sujeira panfletária. Incontáveis “santinhos” em prol de sua campanha aparecem jogados no entorno da escola.

Alfredinho não é o único nesse quesito. Aliados de Bruno Covas (PSDB), prefeito em busca da reeleição, também aparecem em meio ao lixo eleitoral. Aos arredores da Emef, inúmeros “santinhos” destacam as candidaturas de Eduardo Tuma (PSDB), Professor Eduardo Roz (Pros) e Daniela Silveira (Cidadania). É o lixo eleitoral unindo o PT e aliados de tucano.

Risco de prisão?

O “derramamento” nas ruas [termo usado pela Justiça Eleitoral] de santinhos e quaisquer outros tipos de propaganda política na véspera e no dia da votação configura infração. Quem for flagrado em tal ato pode ter de pagar multa de até R$ 15 mil. Além disso, tal prática pode render condenação de seis meses a um ano de prisão [com a alternativa de prestação de serviços à comunidade].

_______________

Oeste nas eleições 2020. Confira no nosso site e nas redes sociais os principais conteúdos sobre a disputa política. Estamos no Facebook, Twitter e Instagram. Siga, curta, comente e compartilhe.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.