Enem pode ser adiado novamente

Pedido aumenta a insegurança dos estudantes, que já foram duramente prejudicados pelo fechamento das escolas
-Publicidade-
Candidatos chegam para o  primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na Tijuca, zona norte do Rio.
Candidatos chegam para o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na Tijuca, zona norte do Rio.

Pedido aumenta insegurança dos estudantes, já duramente prejudicados pelo fechamento das escolas

Enem
Candidata conferindo local de prova do Enem em 2019 | Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
-Publicidade-

O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) pode ser adiado novamente. Nesta sexta-feira, 8, a Defensoria Pública da União pediu à Justiça Federal da 3ª Região, em São Paulo, que a prova seja remarcada devido à pandemia.

Atualmente, os testes estão previstos para acontecer de forma presencial nos dias 17 e 24 de janeiro e de forma virtual em 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

Leia mais: “Investimento em energia solar avança mais de 50% no Brasil”

O pedido aumenta a insegurança dos estudantes, que já foram duramente prejudicados pelo fechamento das escolas. Sem sugerirem uma nova data, os defensores destacam que o exame está agendado para ocorrer no “pico da segunda onda de infecções”.

Mais de 5,7 milhões de inscrições foram confirmadas nesta edição. O Ministério da Educação e o Inep, que elabora a prova, ainda não se manifestaram.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.