Ficção à venda

Quem decidiu que Lula é ladrão não foram os seus adversários. Foi a Justiça brasileira, que o condenou pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro
-Publicidade-
Luiz Inácio Lula da Silva | Foto: Max Haack/Futura Press
Luiz Inácio Lula da Silva | Foto: Max Haack/Futura Press

(J.R. Guzzo, publicado no jornal O Estado de S. Paulo em 22 de maio de 2022)

Certas coisas, como se sabe há muito tempo, não devem ser ditas em certos lugares; a recomendação clássica, aí, é não se falar de corda em casa de enforcado. Em outros casos o problema não é o lugar onde se diz isso ou aquilo — é quem diz o quê. Certas pessoas, assim, não deveriam nunca falar de certos assuntos. O ex-presidente Lula, por exemplo, nunca deveria falar em “corrupção”. Ele não — talvez um outro, qualquer outro, mas ele não. É duro, porque candidato a presidente do Brasil tem sempre de chamar o adversário de “ladrão”. Na verdade, isso é praticamente a única coisa compreensível que sabem dizer numa campanha eleitoral. Fazer o quê? Corrupção, no caso da campanha de Lula, é assunto proibido.

Como poderia ser diferente, se o seu próprio candidato a vice, o ex-governador Geraldo Alckmin, disse que ele quer ser presidente de novo para “voltar à cena do crime”? Alckmin acha que entre hoje e o momento em que falou isso Lula se transformou num santo homem. Mas falta combinar com os eleitores — quantos brasileiros estariam dispostos a acreditar nesse milagre da transformação da água em vinho? Isso será visto em outubro, mas até lá o candidato da esquerda nacional terá de resolver o seu problema com a ladroagem — e como não pode deletar os fatos que fizeram os seus oito anos de governo os mais corruptos de toda a história da República, o melhor que tem a fazer é se fingir de morto e não tocar no assunto.

-Publicidade-

Realidades são realidades. Quem decidiu que Lula é ladrão não foram os seus adversários. Foi a Justiça brasileira, que o condenou pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, em três instâncias e por nove magistrados diferentes. Mais que tudo, há o fato, também impossível de se negar, de que os corruptores confessaram publicamente a sua culpa, assinaram acordos de delação e, principalmente, devolveram uma parte do dinheiro roubado. O que mais seria preciso, em qualquer lugar do mundo, como prova material de roubalheira? Por acaso as empreiteiras condenadas e outros piratas devolveram o dinheiro sem ter feito nada de errado — só para agradar o promotor Deltan Dallagnol e o juiz Sergio Moro?

Lula, porém, insiste em falar em corrupção. Quer vender a ficção de que foi “inocentado” pela Justiça — quando a canetada que anulou seus processos não diz uma sílaba sobre culpa ou sobre provas. Quer, até, receber uma “indenização” do seu acusador — e está mortalmente ressentido com o fato de que ele recebeu em poucos dias mais de R$ 750 mil em doações espontâneas para pagar as despesas que o processo trouxer. Quer, enfim, o papel de “homem injustiçado”. A conferir.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

25 comentários Ver comentários

  1. A condenação de verdade ocorreu do TRF da quarta região, onde não só os desembargadores confirmaram as condenações, mas AUMENTARAM as penas. Alí começaria a execução penal, não fossem os recursos repetitivos, até chegarem ao STF.

  2. Parabens ao JORNALISTA GUZZO, sempre certeiro. Uma vergonha para o Brasil, porque o STF não parou a lava jato no inicio? Depois de condenações, parte da pena cumprida, como diz a matéria parte do dinheiro devolvido aí uma pessoa só diz que esta tudo errado e volta na estaca zero, lava jato fez um trabalho enorme, lava jato sozinha fez muito mais que o supremo inteiro desde sua criação.Cada um vota de acordo com seu caráter eu não voto em ladrão.

  3. R. Dias,
    O que é que o Brasil (alguém no Brasil) pode fazer na União Europeia para mostrar o excelente trabalho feito pelo Governo Brasileiro e desmascarar este corrupto?

  4. Guzzo continua lavando alma brasileiros insultados imbecis Esquerda anos 60 dizia brasileiro era frouxo pq não queria ser guerrilheiro igual Vietcong nem assaltar banco. Odiavam como a chauí alienado q paga impostos e tem prazer em tomar chop e ver futebol fim-de-semana. Hoje piorou quer q aceitemos netos gays q paguemos dívida de escravo a nunca tivemos porque q no futuro de Cuba todos serão felizes. Vão se f.d..r

  5. Há tempo alerto que o país vive suja guerra revolucionária em adiantado estágio mostrada publicamente inclusive nas TVs pelo criminoso Zé Dirceu que conduziu as primeiras fases desta sujeira aparelhando o Estado que virou uma quadrilha e ao fim submeteu os tentáculos de nomeada e corrompeu parte da imprensa para o golpe final já em claro curso com a submissão do poder legislativo pelo terror mas esbarrando na resistência do executivo que precisa do povo para impedir o golpe assassino que fará no país uma Cuba ou Venezuela .. aí vai doer e rabos vão arder.

  6. Diante de tudo isso, nosso ganho foi de ter se tornado claro os rumos que o país tomou pós FHC para cá, pós o retorno dos marginais banidos/fugidos do Brasil e, infelizmente, retornados livres, lépidos e fogareiros, pela nefasta Lei da Anistia da forma como fora promulgada; todos com sangue nos olhos e os bolsos vazios e cheios de esperanças.
    De FHC até Temer, de militantes doentios esquerdopatas a defensores de facções do crime organizado, nossa Suprema Corte foi infestada. Motivo pelo qual Lula, Zé Dirceu, e tantos outros marginais se mantêm livres.
    Nós felizmente enxergamos o caos e a miséria social em consequência de nossa omissão nesses anos todos.
    Hoje, prezado Guzzo, encurralamos o lixo num canto, os alienados no STF esperneiam descaradamente, a imprensa venal inventa, distorce e torce da dar a notícia que lhe interessa, os artistas mamadores de dinheiro fácil de nossos impostos vão juntos, os doutrinadores nas escolas se retorcem para manterem a doutrinação subliminarmente, …, somos nós higienizando o Brasil!

  7. É a marca do Apocalipse personificada. É o caos, as trevas, o fim do mundo. E ainda existem os que creem que ele tenha se regenerado? Terraplanistas são essa esquerda doente e seus adeptos. Visionários que não exitarão em quebrar o país mais uma vez, quem sabe, e dessa vez, de forma irreversível?
    A canetada mais criminosa que nenhum deputado ou senador consegue reverter?
    Como pôde isso ter acontecido?

    1. Vai mais duas eleições presidenciais para termos maioria no sistema de Tranqueiras e Falcatruas stf.
      Para limpar ainda vai 6 eleições presidenciais de direita

  8. esse caboco foi concebido do inferno… vai atentar assim lá na china… hê ximbica enjoado… na eternidade, arderá nas profundezas do inferno, ele e seus comparsas

  9. Boa, Guzzo! Os sabotadores do Brasil antes usavam apenas narrativas falsas. Agora estão apelando para o surrealismo. O desespero leva a ações desesperadas. Só antecipam o fim!

  10. O Guzzo está tomando um bom vinho para ter inspirações diárias e escrever tão bem. O Lula sabe que é difícil se eleger e passar uma velhice tranquila. Se vencer também não será fácil seu governo porque terá que distribuir três ou quatro vezes mais cargos aos seus apoiadores para governabilidade. E, claro, o assalto terá que ser maior para sustentar mais gente no seu governo, mesmo porque até as tribos que o apoiam já abandoram a idéia de que índio quersó apito… E todo mundo já sabe que a delação premiada já foi descartada e nunca mais será utitilizada.

  11. Quem milita na politica não são pessoas normais, neste universo ou é Sociopata ou Psicopata. Os que foram inimigos ontem, hj são amigos e vice versa. Não há racionalidade na politica, a mentira é a engrenagem que move a politica.

    1. Tem racionalidade na política, mas o que vemos não é isso. É politicagem.
      aprendi com meu pai que, para o bem de um país, nada se resolva fora da política.
      Mas da pra contar nos dedos quem exerce a verdadeira politica hoje em dia.
      é um desastre anunciado.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.