Gilmar concede domiciliar a preso em ação contra Crivella

Rafael Ferreira Alves terá de usar tornozeleira eletrônica
-Publicidade-
Empreendedor foi enquadrado no âmbito da Operação Hades
Empreendedor foi enquadrado no âmbito da Operação Hades | Fellipe Sampaio/STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes concedeu regime domiciliar ao empresário Rafael Alves. Na decisão divulgada neste sábado, 27, o magistrado estipulou uso de tornozeleira eletrônica. Em dezembro do ano passado, o empreendedor foi detido em uma ação cujo alvo era o ex-prefeito do Rio Marcelo Crivella (Republicanos), que cumpre medidas cautelares ao também ser beneficiado pelo juiz do STF. Tanto o empresário quanto o ex-chefe do Executivo carioca foram detidos na Operação Hades, da Polícia Civil. O ato apurava suposta corrupção na prefeitura da capital fluminense, com base na delação do doleiro Sergio Mizrahy.

Leia também: “Esquema de propina de Crivella arrecadou cerca de R$ 50 milhões, informa MP”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.