Gilmar Mendes revoga proibição de Crivella deixar o país

Ex-prefeito do Rio de Janeiro receberá seu passaporte de volta
-Publicidade-
Marcelo Crivella está livre para deixar o país
Marcelo Crivella está livre para deixar o país | Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta sexta-feira, 13, a devolução do passaporte do ex-prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella. Portanto, fica revogada a ordem que proibia a saída do político do país.

A decisão atende a pedido da defesa do ex-prefeito. Os advogados argumentaram que não há risco de fuga nem de que a devolução do passaporte atrapalhe o processo judicial em tramitação.

Com a decisão de Gilmar Mendes, o ex-prefeito poderá desempenhar as atividades de político e líder religioso. Crivella estava proibido de deixar o país, porque é investigado por organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção passiva e corrupção ativa.

-Publicidade-

Em dezembro, ainda na condição de prefeito, Crivella chegou a ser preso em ação conjunta entre a Polícia Civil e o Ministério Público do Rio de Janeiro, que investigavam a existência de um “QG da propina” na prefeitura.

O político nega as acusações e se diz vítima de perseguição política.

Com informações do portal G1

Leia também: “Preso com Crivella, ex-delegado ostenta vida de luxo nas redes sociais”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

  1. Concordo Renata. O Crivella vai para Angola salvar a Igreja Universal do Reino de Deus.
    As provas reunidas contra quatro integrantes da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola denunciados sob acusação de crimes como lavagem de dinheiro, evasão de divisas e associação criminosa no país são fartas e contundentes, afirmam a Procuradoria-Geral da República (PGR) de Angola e o Serviço de Investigação Criminal . Estima-se que a IURD em Angola arrecadava anualmente por meio de seus 354 templos cerca de US$ 80 milhões (quase R$ 400 milhões), e mais da metade seja enviado para o exterior de forma ilícita, segundo a denúncia. Então a pergunta que não quer calar: por quê o Governo manda para Angola o Crivella? Para salvar a Rede Record, é claro.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro