‘Hacker’ pode ganhar R$ 80,8 milhões com dados vazados

Em 18 de janeiro, informações de milhões de brasileiros foram divulgadas em um fórum na 'internet'
-Publicidade-
O megavazamento foi descoberto em 20 de janeiro pelo laboratório de cibersegurança dfndr
O megavazamento foi descoberto em 20 de janeiro pelo laboratório de cibersegurança dfndr | Divulgação/Flickr

Caso venda todos os dados roubados de milhões de brasileiros, o hacker responsável pelo crime pode obter R$ 80,8 milhões, garante matéria do jornal Folha de S.Paulo. A reportagem teve acesso à publicação do bandido em um fórum de vendas on-line. Em inglês, o hacker menciona que tem consigo informações pessoais e comerciais e dá o preço: a compra mínima é de US$ 500 (R$ 2.693,75). Segundo tabela publicada por ele, um lote com dados de até 100 pessoas físicas e jurídicas custa aproximadamente US$ 50 (R$ 269,40). O megavazamento de dados foi descoberto em 20 de janeiro pelo dfndr lab, laboratório de cibersegurança da Psafe. O número é maior que o total de habitantes do Brasil, de 212 milhões — o que indica que o vazamento pode incluir informações de pessoas que já morreram e CPFs inativos.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site