Integrantes do Aliança vão aproveitar ato para intensificar coleta de assinaturas

Após a manifestação em defesa de Bolsonaro, voluntários e integrantes do Aliança pelo Brasil vão se reunir em evento às 16h, em Brasília, para ampliar a base de assinaturas válidas
-Publicidade-
SP - MANIFESTAÇÃO-CONTRA-DÓRIA-E-A-FAVOR-DE-BOLSONARO - POLÍTICA - Concentração da carreata contra o Governo Dória e a favor do Presidente Bolsonaro, na Avenida Paulista, em São Paulo/SP, neste domingo (19). A manifestação seguirá até a Avenida Paulista. 19/04/2020 - Foto: DANILO M YOSHIOKA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
SP - MANIFESTAÇÃO-CONTRA-DÓRIA-E-A-FAVOR-DE-BOLSONARO - POLÍTICA - Concentração da carreata contra o Governo Dória e a favor do Presidente Bolsonaro, na Avenida Paulista, em São Paulo/SP, neste domingo (19). A manifestação seguirá até a Avenida Paulista. 19/04/2020 - Foto: DANILO M YOSHIOKA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Após a manifestação em defesa de Bolsonaro, voluntários e integrantes do Aliança pelo Brasil vão se reunir em evento às 16h, em Brasília, para ampliar a base de assinaturas válidas

aliança pelo brasil
Apoiadores de Bolsonaro protestam contra o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Aliança surgiu com a promessa de ser um partido conservador | Foto: Danilo M Yoshioka/Futura Press/Estadão Conteúdo

Integrantes do Aliança pelo Brasil e voluntários vão aproveitar a manifestação deste domingo, 19, para intensificar a coleta de assinaturas, conforme antecipou Oeste. A expectativa é ampliar a base de assinaturas válidas, ou seja, de eleitores que não estejam filiados a outro partido. Sob a ótica legal, esse tem sido um dos principais entraves para a criação do partido.

-Publicidade-

Mais de 80 mil assinaturas foram entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Contudo, 15.595 foram aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Uma das exigências é as rubricas sejam de brasileiros não filiados a outros partidos. Para o Aliança ser criado, serão necessárias 492 mil assinaturas.

Os voluntários e integrantes do Aliança, como a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP), vão participar de um evento às 16h, no B Hotel, em Brasília. A intenção é insistir na criação do partido e deixar como plano B uma possível migração para o PTB, como planeja o presidente nacional da legenda, Roberto Jefferson.

Oeste mostrou que o petebista está em busca da filiação de bolsonaristas e, para isso, mantém um contato direto com deputados federais da base de apoio direta do Executivo. Ele mira as eleições municipais e, para isso, não descarta mudar estatuto e até nome do partido.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro