Irmão de Luis Miranda afirma que não se lembra de ter mostrado invoice a Bolsonaro

Depoimento à Polícia Federal contradiz versão de deputado à Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19
-Publicidade-
O servidor Luis Roberto Miranda, à esquerda, e seu irmão, o deputado Luis Miranda, durante sessão da CPI da Covid, em 25/6/2021
O servidor Luis Roberto Miranda, à esquerda, e seu irmão, o deputado Luis Miranda, durante sessão da CPI da Covid, em 25/6/2021 | Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda afirmou em depoimento à Polícia Federal não lembrar se ele e seu irmão, Luis Miranda (DEM-DF), mostraram ao presidente Jair Bolsonaro, no encontro em 20 de março, a invoice (fatura) da compra da vacina indiana Covaxin. O documento teria indícios de irregularidades da aquisição. Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, o deputado disse ter mostrado papelada ao chefe do Executivo.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, o parlamentar acusou a imprensa de estar “contaminada” com versões a favor do Palácio do Planalto. “Vamos saber qual a intenção em breve, vou acionar o Supremo Tribunal Federal para explicarem como tem que ocorrer a investigação”, declarou à publicação, na noite da segunda-feira 19.

Leia também: “Irmão de Luis Miranda diz à PF que trocou de celular e não tem conversas sobre pressão por Covaxin”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site