Justiça manda Twitter apagar post de Bolsonaro

Presidente divulgou trecho de filme sobre o PT
-Publicidade-
Para a OAB, não há problemas em se pedir o suicídio do presidente Jair Bolsonaro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Para a OAB, não há problemas em se pedir o suicídio do presidente Jair Bolsonaro | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil | justiça x bolsonaro x twitter

Presidente divulgou trecho de filme sobre o PT

justiça x bolsonaro x twitter
O presidente Jair Bolsonaro. Twitter será obrigado a apagar postagem
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
-Publicidade-

O Twitter terá de apagar postagem feita pelo presidente Jair Bolsonaro em julho de 2019. Na ocasião, o mandatário do país divulgou vídeo em que o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência do primeiro mandato de Dilma Rousseff, Gilberto Carvalho, aparece lamentando o fato de o PT não ter enfrentado os “poderosos” da mídia no período em que esteve no poder. A decisão contra a rede social foi divulgada nesta segunda-feira, 21.

Leia mais: “Rede: o partido que faz política no Judiciário”

De acordo com a Justiça do Rio de Janeiro, Bolsonaro cometeu infração relacionada a direitos autorais. Isso porque o vídeo em questão é trecho de dois minutos de O Processo, filme dirigido por Maria Augusta Ramos e lançado em 2018. Conforme reclamação ao Poder Judiciário, o presidente não tinha autorização para divulgar imagens da produção, que chama Dilma de “presidenta” e se propõe a contar a história do impeachment a partir da perspectiva do Partido dos Trabalhadores.

Na postagem, que ainda segue no ar, Bolsonaro garante que o vídeo escancara a “vitimização” do PT. Ainda de acordo com a mensagem do presidente divulgada no Twitter, a fala de Gilberto Carvalho teria sido feita em reunião do Foro de São Paulo, evento que reúne partidos políticos de esquerda do Brasil e de outros países da América Latina. Conforme afirma o site Congresso em Foco, a reunião foi com a bancada do PT em Brasília.

Multa

Além de mandar o Twitter retirar o vídeo do ar em até 24 horas, a Justiça proibiu Jair Bolsonaro de divulgar sem autorização qualquer trabalho, mesmo que seja somente um pequeno trecho, feito por Maria Augusta Ramos. Caso contrário, o presidente da República terá de pagar multa de R$ 10 mil.

Até o momento, o Twitter não se manifestou em relação à decisão judicial. Há algumas semanas, a Justiça determinou que a rede social divulgasse dados do administrador do perfil Sleeping Giants Brasil — o que não foi cumprido até o início da noite desta segunda-feira, 21.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comments

  1. ta na hora de fazer uma intervençao no Jidiciario pq dia a dia esles estao tomando conta do poder e tao fazendo leis que eles nao yem poder de criar basta ver a vergonha do STF

  2. Ao presidente que não compactua com a corrupção nada; a qualquer um que degrade o Presidente que não compactua com a corrupção tudo!
    Essa é a dupla moral dos formados em Direito sob o mando de Paulo Freire e Gramsci, poderia e deveria ser diferente.
    No entanto, como limitados que são, amorais, sequer percebem a mal que fazem ao País.
    A guerra é dura, longa, mas o bem deverá prevalecer!

  3. Esse vídeo é uma confissão explícita. Uma vergonha institucionalizada. A pergunta é: onde estava o Ministério Público à época? Parabéns à Oeste pela revelação. E contra fatos não há argumentos. Em tempo: gostaria de sugerir à Oeste que averiguasse também uma fala do Zé Dirceu onde ele diz (ou escreve algum texto) reclamando do PT por ter cometido o erro de não cooptar membros das Forças Armadas e não saber escolher os Comandantes fiéis ao partido, como fez o ditador Maduro. Seria de muita importância revelar também esse outro fato .

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site