-Publicidade-

Kalil endurece ainda mais fechamentos em Belo Horizonte

Parques, praças e pistas de caminhadas ficam fechados; carros de lanche também estão proibidos
Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil
Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil | Foto: Amira Hissa/Prefeitura de Belo Horizonte

Em Belo Horizonte, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) aumentou as restrições e fechamentos. Na tentativa de diminuir a propagação da covid-19, o comércio da capital mineira está sendo duramente atingido e, agora, deve passar por mais dificuldades.

Restaurantes e bares não podem mais funcionar sob o sistema de retirada no local, as portas devem ficar fechadas e apenas entregas serão permitidas. Carros de lanche estão proibidos. Parques, praças e pistas de caminhadas ficam fechados.

Leia mais: “Covid-19: Major Olimpio é entubado pela 2ª vez”

“A situação está piorando exponencialmente”, justifica Kalil

Veja as novas restrições:

A partir de sábado (13) 

  • Fechamento das praças e pistas de corrida/caminhada, incluindo a Orla da Pampulha
  • Aglomerações

A partir de segunda-feira (15)

  • Comércio varejista da construção civil
  • Escolas de música, arte e cultura; escolas de idiomas; cursos diversos e centro de treinamento; centro de formação de condutores e cursos preparatórios
  • Bares, restaurantes e demais estabelecimentos comerciais não autorizados a receber clientes nas lojas só podem fazer delivery e funcionar com portas fechadas
  • Loja de conveniência só poderá funcionar de segunda a sexta-feira, entre 7h e 18h, sem consumo no local
  • Carros de lanches estão proibidos de funcionar
  • Atividades coletivas em espaços religiosos devem ser suspensas. Os espaços podem permanecer abertos
  • Atendimento presencial ao público na Central de Relacionamento BH Resolve também será interrompido
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

8 comentários

  1. Já CHEGA! Todos já sabemos a realidade, a doença existe com letalidade igual a qualquer outra doença, ponto final! Já passou da hora de VIRAR essa página! Estamos assistindo o CAOS humano devido a uma GUERRA ECONÔMICA ! As pessoas de bem precisam AGIR e desmascarar os responsáveis por esse caos absurdo!

  2. Não acredito mais em reação. A população está acuada, intimidada, ameaçada, amedrontada. Não há um único órgão cobrando prestação de contas dos bilhões enviados pra estruturação da saúde. A prefeitura gasta milhões em publicidade e fica por isso mesmo. Estamos abandonados, tá tudo dominado. Protestar é “negacionismo”, cidadãos se denunciam ao estado tirano. Pra piorar, já sabemos que a vacina não vai eliminar a necessidade de distanciamento e máscaras. O mundo livre acabou.

  3. Neste domingo, em frente ao 12° na Ten Brito Melo no barro preto,
    haveremos de demonstrar o quanto tememos tiranos.
    Se você não vai nas FFAA afiançar as atitudes da única instituição em que confiamos, pelo menos vá até a sua calçada, na portaria do prédio ou residência, e se solidarize com seus compatriotas. Muitos perderam em um ano entes queridos, e podem precisar que o STF e o congresso Nacional se expliquem!!!

  4. Esse ditador, assim como os canalhas governadores de São Paulo, do Rio Grande do Sul e de outros estados do nordeste, querem quebrar o país! Se, para atingirem esse objetivo, matarem a população de fome, pouco se importam! O que vale é a ideia obsessiva de poder que todos eles têm!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.