-Publicidade-

Maia volta a defender ‘limite’ para a atuação de militares no governo

Além disso, o presidente da Câmara garante que vai articular-se para uma candidatura de centro capaz de enfrentar Bolsonaro e o PT
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia | Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia | Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO | O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia | Foto: GABRIELA BILó/ESTADÃO CONTEÚDO

Além disso, o presidente da Câmara garante que vai articular-se para uma candidatura de centro capaz de enfrentar Bolsonaro e o PT

maia
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia | Foto: GABRIELA BILÓ/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não mudou de ideia quanto a demarcar as atividades dos militares da ativa no governo federal. Segundo ele, é preciso separar Estado e Forças Armadas. “É importante que fique claro que há um muro. Não é algo contra os militares que estão no governo Bolsonaro, mas esse debate vai acontecer, no mínimo, para o próximo governo, para que fique clara essa separação”, afirmou em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo. “Quem vem para o governo vai precisar não ter vínculo com o Estado. Quando um militar da ativa entra no governo ele traz parte do Estado e, muitas vezes, pode misturar as coisas. E é importante que a gente consiga organizar isso”, observou Maia.

Leia também: Maia sugere impedir que militares da ativa assumam cargos no governo

Além disso, o deputado afirmou que a escolha do general Eduardo Pazuello, como ministro interino da Saúde, não foi uma boa escolha do presidente Jair Bolsonaro. Contudo, isentou o militar sobre as mortes por covid-19 no Brasil. “Não podemos culpá-lo também pelas 100 mil mortes. É claro que há falta de articulação com os governadores e conflitos por causa de posicionamentos equivocados. Isso pode ter prejudicado, certamente, mas transferir 100% dessa responsabilidade para o ministro está errado”, declarou Maia. O presidente da Câmara também afirmou que vai articular-se para construir uma candidatura de “centro”, de modo a evitar a disputa entre Bolsonaro e o PT em 2022. “Vou querer ajudar a construir um projeto para 2022”.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

28 comentários

  1. Quem ouve o que esse safado fala tem certeza de que está na presença do que há de pior na política. Um ensaboado que beira a covardia, de tanto que tenta se esquivar de embates pessoais com pessoas de maior estatura moral que a sua, mas que as sabota de forma indireta e pusilanime. Qualquer projeto que envolva o bandido Botafogo tem que ser destruído.

    1. A população rejeita este verme peçonhento e toda esta corja de vagabundos que vê na dignidade dos outros um empecilho para fazerem parte do governo . O Maia é um oportunista que como toda corja corrupta quer está cercado de pilantras amorais para continuarem fazendo da política um balcão de negócio .

      1. Botafogo é chileno nasceu em Santiago o safado é o Câncer do Brasil!

      2. Se o STF e o CONGRESSO tivessem se ocupado tanto com os atos dos governos anteriores como se ocupam do atual, o Brasil hoje não estaria no buraco em que está. Pessoal, não estamos em governo parlamentar e sim democrático. Respeitem as diferentes formas de pensar . Respeitem o voto da maioria dos brasileiros. O que mais está sendo praticado neste País atualmente é o preconceito.

  2. Esse traste nao sabe com quem ele ta mexendo ele mexe num vespeiro chamado povo que esta simdando muito apoio aos militares e com eles no coamado fica dificil de roubar e empregar seus apadrinhados ta na hora do povo precionar a camara e mandar esse Vulgo BOTAFOGO na cadeia que e o lugar dele

  3. na verdade maia quer limitar os cargos para militares para q sobre cargo para barganhar com os políticos, se esse governo der certo a fisiologia não volta mais, essa é a guerra, quanto a campanha de 2022, quem tem dúvida da ligação de moro, globo, hulk e dória com o PSDB e DEM ? se tiver alguma dúvida é só olhar as ações da lava jato, as investigações só chegaram nos tucanos depois q moro saiu.

      1. Limite tinha que ter ,BOTAFOGO, para o uso de aviões da FAB.

      2. Muro temos que fazer para isolar esse cocô da política, isso sim. Ele e essa cambada com apelido em planilha de construtora…

    1. Impor limites para você,isso dependerá do povo carioca na próxima eleição. totalmente incompetente,a Globo irá te arrumar um emprego.

  4. Seria interessante que tbm houvesse um muro entre o Governo e indicação de Parlamentares, amigos de parlamentares e familiares de parlamentares até 3º grau. para quaisquer órgão dentro do governo.

  5. Não é possível mensurar a grandeza criminosa desse bandido. É tanto asco que só de arrumar tempo para tentar expressar alguma opinião sobre este traidor da pátria já causa enjoo. Botafogo, Nhonho… É pouco e é até mesmo um insulto ao personagem tão querido da TV e ao querido clube de futebol. Se houvesse justiça no Brasil, certamente esse cara iria para um paredão, condenado pela justiça militar por traição à pátria. Certamente um dos principais responsáveis pelos desmandos dos governadores e culpado pelas 100 mil mortes até o momento.

  6. Maia devia se preocupar em criar um muro entre a corrupção e o dinheiro do contribuinte. Que importa se são militares, padres ou ET, desde que seja honesto e competente? Um muro entre o governo e gente com nome nas planilhas de propina da Obredecht cairia bem melhor.

  7. Películas da língua desse boçal deveriam ser enviadas para o Instituto Butantã e para o Fiocruz, para estudos científicos de alta monta. Quem sabe não está aí a chave para a descoberta de remédios, antídotos e vacinas para quaisquer outros vírus que o PC Chinês porventura venha a produzir ?

  8. De misturas, Botafogo Maia freguês de planilhas da corrupção da Odebrecht entende bem. Ele é misturado com a Globo desde antes do conluio com Joesley para tirarem Temer do poder e ficar no seu lugar, é pau mandado do mercado financeiro através do Valor (leia-se rede Globo), é um anão moral e eleitoral que só foi eleito puxado por quem teve mais votos, indica pautas para sua filha que trabalha na CNN, entre tantas outras aleivosias. Vamos lá, Botafogo Maia. Processe Marcelo Odebrecht que lhe incriminou nas planilhas da corrupção da empreiteira bandida. Coragem, Botafogo!

  9. Esse parasita, assim como outros tantos que só pensam em si mesmos, não perde a chance de falar merd*. O malandro deveria ficar quietinho num canto e esperar que todos esquecessem da sua capivara. Dia virá em que veremos esse estrume sentado no banco dos réus.

    1. Não se pode culpar “também” pelas 100 mil vidas perdidas? O que esse traste quis dizer com esse também? Será que está culpando alguém mais além dos “sinistros” supremos que avalizaram governadores e prefeitos a agirem conforme “suas convicções”? Parece nas entrelinhas uma mensagem ao presidente Bolsonaro que esse traste insiste em contrariar todos os dias, não se importando se isso afeta a grande maioria da população. Quanto a operar para o lançamento de um candidato de centro onde afirmou que a intenção é entrar na disputa entre Bolsonaro e o PT, será que ele está sabendo de algo sobre a absolvição do larápio cachaceiro pelos sinistros supremos? Que eu saiba o PT não tem candidato de peso para enfrentar o presidente Bolsonaro em 2022 já que os “postes” não deram certo!!!

  10. Isentou Pazuello pelas mortes dos 100 mil ??Quem esse cara pensa que é?? Apenas um medíocre deputado que será esquecido muito em breve.

  11. Se fosse o Bolsonaro emitindo opinião sobre os quadros de outro poder, seria interferência indevida.
    O cara foi eleito pelas sobras, pois nem votos suficientes possui…e quer mandar no País!
    F@da-se Maia!

  12. Tem limitar a atuação de ladrões do dinheiro público, limitar a quantidade de corruptos que tem seus nomes na lista da Odebrecht, quanto aos militares não vejo problema em participar do governo, eles também fazem parte da nossa sociedade e não estão à margem da Lei, agora, tem muitos que estão à margem da Lei e estão nas repartições governamentais atuando descaradamente.

  13. Maia é presidente da câmara há quase seis anos.
    Se está com esse fogo no rabo só agora, é óbvio que é contra os militares no governo sim.
    Ele sabe que as forças armadas são necessárias pro governo ter quadros pra ocupar cargos na administração e quer dificultar isso, como o canalha que é.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês