Ministério apaga nota em que lamenta mortes no Jacarezinho

Na semana passada, a Polícia Civil deflagrou operação contra o tráfico de drogas em comunidade localizada na zona norte do Rio de Janeiro
-Publicidade-
Damares Alves lidera o Ministério da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos
Damares Alves lidera o Ministério da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

O Ministério da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos retirou do ar uma nota oficial em que lamenta as 28 mortes durante operação realizada na última quinta-feira, 6, na comunidade do Jacarezinho, zona norte do Rio de Janeiro. A publicação, feita na sexta-feira 7, ressaltava que ações de combate ao crime eram necessárias, mas deveriam zelar pela proteção da vida.

No Twitter, o presidente Jair Bolsonaro criticou a cobertura jornalística da operação, bem como a postura de políticos socialistas acerca do combate à criminalidade. “Ao tratar como vítimas traficantes que roubam, matam e destroem famílias, a mídia e a esquerda os iguala ao cidadão comum, honesto, que respeita as leis e o próximo”, afirmou.

A operação da Polícia Civil foi deflagrada após a Justiça determinar a prisão de 21 pessoas acusadas de tráfico de drogas. Dos mandados de prisão, três foram cumpridos e outros três procurados acabaram mortos. Outros três suspeitos foram presos, totalizando seis detenções.

Leia também: “Associação de delegados manifesta ‘pleno e irrestrito apoio’ à operação no Jacarezinho”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.