-Publicidade-

Moro compara Jair Bolsonaro ao PT

De acordo com o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, o presidente rejeita a existência de uma pandemia e o PT não reconhece os crimes que cometeu
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro | Ex-ministro defendeu a Lava Jato | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro | Ex-ministro defendeu a Lava Jato | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil | O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

De acordo com o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, o presidente rejeita a existência de uma pandemia e o PT não reconhece os crimes que cometeu

moro
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou hoje que o presidente Jair Bolsonaro e o Partido dos Trabalhadores (PT) têm uma similaridade: ambos adotaram um discurso negacionista.

Segundo Moro, Bolsonaro rejeita a existência da pandemia de coronavírus. Por outro lado, o PT não reconhece os crimes que cometeu, entre eles o Petrolão, que foi desvendado pela Operação Lava Jato.

“A estratégia que o PT adota, negando os crimes que foram praticados durante a presidência do PT, é mais ou menos o equivalente à postura do presidente da República, que nega a existência de uma pandemia”, argumentou Moro em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.

Leia mais: A esquerda não conseguiu juntar-se num único manifesto contra Bolsonaro, artigo de Augusto Nunes

Além disso, o ex-ministro não descarta participar dos atos supostamente a favor da democracia, capitaneados pela esquerda. “Essa é uma questão em aberto. Minhas posições sempre foram muito favoráveis à democracia e ao Estado de Direito”.

Sobre a eventual participação de Lula nas manifestações, Moro garante que não tem problemas pessoais contra o ex-presidente condenado a mais de 20 anos de cadeia por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em novembro do ano passado, o petista deixou a prisão.

“Discordo dele, divirjo do pensamento político dele e igualmente do que foi feito com a Petrobras durante o governo dele. Não existe um sentimento de animosidade pessoal, e divirjo dos crimes que foram cometidos. E não falei que vou abraçar o Lula. O movimento não é do Lula”, observou.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 comentários

  1. E esse Traimoro, PSDBista de carteirinha não tem moral para falar do Bolsonaro, porque sempre foi contra as promessas de campanha do Presidente e um péssimo Ministro!

  2. “Bolsonaro rejeita a existência de uma pandemia” ou Bolsonaro defende o combate a pandemia e a destruição da economia, Moro?? DESONESTIDADE VIROU TEU SOBRENOME, NÉ PREZADO?? Que decadência intelectual, meu Deus!! É uma política de quinta, que ele vem fazendo. Quem é o MARQUETEIRO POLÍTICO DO MORO, MINHA GENTE??

  3. Esse traíra marqueteiro (que NUNCA poderia divulgar aquele diálogo do Lula com a Anta da Dilma),não fez mais que a sua obrigação, afinal de contas ,ele não era juiz?

  4. vejo pessoas o criticando como se o histórico dele fosse completamente apagado devido seus atritos com o presidente. “traidor” é um adjetivo difícil de atribuir a ele tendo em vista que ele trabalhou bem como ministro mas que, infelizmente, faltou o feeling político necessário para se manter sobreviver entre as raposas da política brasileira.
    o que se pode dizer do comportamento dela atual é que como político, Moro é um ótimo juiz. se ele pretende galgar uma carreira política, precisa trocar a estratégia.

    1. Ninguém ignora o passado do Moro como juiz e nem das ações positivas no MJSP, o que não podemos fazer é FECHAR OS OLHOS PARA AS ENXURRADAS DE CALÚNIAS QUE VEM DESPEJADO, DESDE QUE ABANDONOU O SEU CARGO NO MEIO DE UMA PANDEMIA. Passou 15 meses defendendo o governo e hoje age como um canalha! Moro está irreconhecível!

      1. Até tu … PR Bolsonaro rejeita a pandemia? Os protestos intitulados “antifascistas e contra o governo” são democráticos e respeitam o Estado de Direito ?

  5. Não se deve misturar LAVA JATO com LAVAJATISTA, a lava jato fez um bem enorme para o brasil, mostrou o lado podre da politica, a politica q rouba dinheiro das escolas, dos hospitais, q mata o povo todos os dias. Porém não podemos esquecer q o PSDB, Alvaro Dias e outros foram poupados por essa mesma Lava Jato, ou seja, existiu interesse político por parte de alguns membros da operação, esses sim lavajatistas, tentando somente mudar as cartas mas mantendo o mesmo baralho, se olharmos para o passado (BANESTADO) veremos todos eles juntos.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês