-Publicidade-

Mourão defende Guedes e critica pressão externa

"Às vezes, a gente sofre determinadas pressões de países que não fizeram o trabalho deles", afirmou o vice-presidente da República
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o ministro Paulo Guedes | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o ministro Paulo Guedes | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL | O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o ministro Paulo Guedes | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL

“Às vezes, a gente sofre determinadas pressões de países que não fizeram o trabalho deles”, afirmou o vice-presidente da República

mourão
O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, e o ministro Paulo Guedes | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, saiu em defesa de Paulo Guedes nesta sexta-feira, 7, depois de o ministro da Economia subir o tom com investidores estrangeiros ao rebater acusações sobre a política ambiental do Brasil. Conforme o general, países que desmataram as próprias florestas cobram responsabilidade do Brasil quanto à Amazônia. “Às vezes, a gente sofre determinadas pressões de países que não fizeram o trabalho deles em outro período da história. [Quanto aos investimentos, a fala do ministro] não atrapalha. Guedes só ajuda”.

Leia também: Guedes rebate estrangeiros: ‘Amazônia é assunto do Brasil’

De acordo com Mourão, que preside o Conselho da Amazônia, a exploração na floresta tem de seguir os parâmetros atuais da sociedade. “Haveria aquela corrida do ouro na Califórnia e no Alasca, que ocorreu no século 19, em pleno século 21, com aquelas características? Não haveria. É a mesma coisa que acontece na Amazônia. A exploração da Amazônia tem que se dar dentro dos parâmetros que são da humanidade de hoje, e não de dois séculos atrás”, observou o general, que tem se reunido com empresários estrangeiros que querem investir no Brasil.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês