Movimento liderado por Boulos provoca aglomeração em SP

MTST descumpre regra do distanciamento social em manifestação na capital paulista
-Publicidade-
boulos - mtst - aglomeração 1

MTST descumpre regra do distanciamento social em manifestação na capital paulista

boulos - mtst - aglomeração 1

-Publicidade-

Liderado por Guilherme Boulos, pré-candidato do Psol à prefeitura de São Paulo, o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) invade vias públicas da capital paulista na tarde desta quinta-feira, 30. Aglomerados, os manifestantes fecharam ruas e descumpriram a regra do distanciamento social para reivindicar a pauta: despejo zero!

Leia mais: “Namorado de Fátima Bernardes quer ser prefeito do Recife

De acordo com Boulos, o protesto é necessário para impedir ordens de despejo durante o período de pandemia enfrentado pelo país. “Chega de despejos!”, afirmou o psolista.

Em outra mensagem divulgada nesta tarde, Boulos tornou público o viés político da aglomeração provocada por seus aliados. Isso porque o grupo seguia pelas ruas do Morumbi com a intenção de chegar à sede do governo do Estado de São Paulo, liderado pelo tucano João Doria. No início da manifestação, o governo chegou a perguntar quais eram as reivindicações mas os manifestantes não disseram o motivo da aglomeração.

“É inaceitável que, em plena pandemia, a população mais pobre de São Paulo fique desabrigada. Por isso hoje o MTST, está em frente ao Palácio dos Bandeirantes exigindo a suspensão dos despejos. Basta!”, alardeou o homem que pretende se tornar prefeito da maior cidade do Brasil.

Confira fotos da aglomeração organizada pelo MTST:

 

Fotos: redes sociais

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.