MP pede cassação do registro de Sarto, aliado de Ciro Gomes

José Sarto foi eleito em segundo turno com 51,69% dos votos válidos, derrotando o candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro
-Publicidade-

Prefeito eleito de Fortaleza venceu em segundo turno com 51,69% dos votos válidos, derrotando o candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro

José Sarto
Ciro Gomes e José Sarto | Foto: Reprodução/Redes Sociais
-Publicidade-

O prefeito eleito de Fortaleza, José Sarto (PDT), aliado de Ciro Gomes, entrou na mira do Ministério Público Eleitoral que pediu à Justiça Eleitoral a cassação dos registros de candidatura dele e do vice, José Élcio Batista (PSB).

A investigação aponta que os então candidatos teriam sido beneficiados pela “prática de abuso de poder político e econômico e captação ilícita de sufrágio”.

Leia mais: Moraes manda prender jornalista Oswaldo Eustáquio

Sarto foi eleito em segundo turno com 51,69% dos votos válidos. Ele derrotou o candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro em Fortaleza, Capitão Wagner, que teve 48,31%.

A assessoria do prefeito eleito afirmou que não irá se pronunciar até receber notificação oficial e ter acesso ao conteúdo da ação.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site