PEC dos Precatórios: Câmara aprova em 2º turno mudanças do Senado

Texto será promulgado diretamente pelo Congresso, o que deve ocorrer ainda nesta semana
-Publicidade-
Plenário da Câmara dos Deputados | Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados
Plenário da Câmara dos Deputados | Foto: Paulo Sergio/Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 15, em segundo turno, o texto-base da PEC dos Precatórios que veio com as alterações feitas pelo Senado.

O texto aprovado acolhe a maioria das mudanças feitas pelos senadores no início de dezembro e garante a abertura de um espaço fiscal de R$ 106,1 bilhões para aumento de gastos em 2022.

-Publicidade-

Por se tratar de uma proposta de emenda à constituição, o texto não passa pelo presidente Jair Bolsonaro e é promulgado diretamente pelo Congresso, o que deve ocorrer ainda nesta semana, sem necessidade de nova votação no Senado.

Na semana passada, apenas os dispositivos comuns, aprovados pelas duas Casas, foram promulgados. Por um acordo, essa reanálise da Câmara dos pontos alterados pelo Senado foi feita diretamente no plenário, sem passar por comissões na Casa.

Entre outros pontos, os deputados aprovaram o limite anual de pagamento de precatórios até 2026, e não mais até 2036. Precatórios são dívidas da União reconhecidas pela Justiça em decisões das quais não cabem mais recursos.

A Câmara também aprovou um dispositivo que vincula a destinação do espaço fiscal aberto pela PEC dos Precatórios para o pagamento do Auxílio Brasil e despesas de seguridade social.

A vinculação do espaço fiscal, por outro lado, não garante que os recursos ficarão totalmente amarrados. As despesas poderão ser remanejadas no Orçamento de 2022.

A PEC também coloca na Constituição, como direito da população vulnerável, o acesso a uma renda básica familiar.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

  1. Tá na hora do congresso parar de bailar na beira do
    Princípio, pra tirar proveito e aprovar o que é bom para o país com muita antecedência

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.