Petistas, sindicalistas e esquerdistas querem deslegitimar um presidente eleito

É o que argumenta Guilherme Fiuza, em artigo publicado na Edição 54 da Revista Oeste
-Publicidade-
Intelectuais de esquerda querem derrubar o presidente da República, segundo Guilherme Fiuza
Intelectuais de esquerda querem derrubar o presidente da República, segundo Guilherme Fiuza | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

Em artigo publicado na Edição 54 da Revista Oeste, o colunista Guilherme Fiuza explica como a claque esquerdista faz malabarismo retórico para deslegitimar o presidente da República, Jair Bolsonaro, e emplacar seus vassalos em cargos públicos importantes.

Leia um trecho

-Publicidade-

“O noticiário anunciava nuvens negras sobre o Planalto. Movimentos bruscos em cargos importantes, cabeças rolando, turbulência ministerial, pastas militares envolvidas, cheiro de pólvora, instabilidade, crise. O mercado respondeu com uma alta forte na bolsa de valores. Não respeitam nem mais as crises neste país.

Um jornal chegou a escrever que era a maior crise militar “em quase 45 anos”. Hoje em dia você tem que ler jornal com uma calculadora do lado — além do lenço para enxugar as lágrimas de tanto rir (para não chorar). Detector de mentiras para manchetes inventivas ainda não inventaram, mas tem os checadores — e quando eles aparecem você já sabe que há algum assunto importante sobre o qual alguém quer esconder alguma coisa. Fake news! Eles gritam mesmo, porque patrulha fascista trabalha com intimidação.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 54 da Revista Oeste vai além da coluna de Guilherme Fiuza sobre a atuação dos intelectuais de esquerda na tentativa de derrubar o presidente da República, Jair Bolsonaro. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J. R. Guzzo, Augusto Nunes, Silvio Navarro, Rodrigo Constantino, Ana Paula Henkel e Dagomir Marquezi.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.