Prefeito do Rio barra a partir de hoje os ‘sommeliers da vacina’

Decisão ocorre apesar de secretário de Saúde admitir que a escolha do imunizante elevou substancialmente as taxas de vacinação
-Publicidade-
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes | Foto: Érica Martin/Estadão Conteúdo
O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes | Foto: Érica Martin/Estadão Conteúdo

Quem comparecer a um posto de vacinação na cidade do Rio de Janeiro nesta segunda-feira, 27, terá de tomar o imunizante disponível. É o que decidiu o prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes (DEM). Os sommeliers da vacina foram permitidos nesse fim de semana, com a finalidade de “atrair atrasados”.

“Algumas pessoas, por fake news e inverdades sobre a vacina, têm interesse em escolher a vacina, embora todas sejam seguras”, declarou Daniel Soranz, secretário municipal de Saúde, ao jornal O Globo. Soranz admitiu que a escolha do imunizante elevou substancialmente a vacinação no município.

No domingo 26, o Rio teve recorde de pessoas vacinadas. Foram distribuídas 123.352 doses, sendo 53.306 da primeira aplicação, 57.734 da segunda e 12.312 injeções únicas (Janssen).

-Publicidade-

Leia também: “Cidadãos de 2ª classe, cobaias de 1ª”, artigo de Guilherme Fiuza publicado na Edição 78 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. Pior ainda é saber que muitos dos que tomaram a vacina e se sentem imunizados, já tiveram o COVID e já têm imunidade natural, logo, as vacinas são meros placebos

  2. “Todas as vacinas são seguras”… Só não são eficazes. 17500 mortos no Brasil após terem tomado as doses. Imaginem quantos contaminados vacinados que não morreram… No mínimo 20 vezes esse número

  3. Vejam a tática de ditador desse elemento fraco de caráter. Primeiro “emplaca” uma medida arbitrária e absolutamente inconstitucional (passaporte vacinal) que é pacificamente aceita pelo cidadão tomado pelo pânico, e agora, com clara intenção de mudar o foco de atenção, inventa essa. Acordem, em breve será tarde.

  4. O prefeito esconde que as poucas pessoas que preferem a Coronavac pode escolher. As outras não podem escolher. Esse cara está envolvido na venda de vacina chinesa.

  5. Todas podem ser seguras, mas daí a serem eficazes…. Mas tudo bem, para compensar esse “pequeno detalhe”, temos a muleta da vacina, as máscaras. É a declaração do sujeito em questão é bem controversa: se a escolha se baseia em suposta ” desinformacao” sobre vacinas, por que vcs usaram desse artifício para atrair pessoas que estavam atrasadas com a vacina? E pior, reconheceram que atraiu mais pessoas,

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.