Relator do caso, Barroso envia à PGR ação sobre ‘rachadinha’ de Alcolumbre

Suposto esquema de corrupção do político é investigado pelo STF
-Publicidade-
Senador amapaense teve suposto esquema de transferência de salário exposto
Senador amapaense teve suposto esquema de transferência de salário exposto | Foto: Agência Brasil/ Divulgação

Relator da notícia-crime apresentada pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) contra Davi Alcolumbre (DEM-AP), o ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso enviou à Procuradoria-Geral da República ação que pede a investigação das denúncias do suposto caso de “rachadinha” contra o senador.

“Nos termos do regimento interno, o Tribunal não processará comunicação de crime, encaminhando-a à Procuradoria-Geral da República. Assim, como de praxe, encaminhem-se os autos à Procuradoria-Geral da República para manifestação”, disse Barroso.

-Publicidade-

Segundo a reportagem da revista Veja, Alcolumbre teria desviado cerca de R$ 2 milhões nos últimos cinco anos por meio de um esquema de transferência de parte do salário de servidores, prática conhecida como “rachadinha”, dentro de seu gabinete.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. O que impressiona é o total despreparo dos senadores da base governista. Não têm um milésimo do traquejo destes sabotadores do PSOL, PSB, PDT, PC do B, Rede e Cidadania. Ganham todas no tapetão do Judiciário, enquanto os pachorrentos do PSL e Novo vira-casaca dormem ou postam nas redes sociais.

  2. Para surpresa de ninguém, será considerado “inucenti” em todas as suas malandragens e falcatruas. Agora, vamos ver o que diz o povaréu daquela reserva indígena do Amapá.

  3. Alguém acredita que o STF fará algo contra algum senador ???? Os senadores estão fazendo suas partes no acordão com o STF, logo , todos estão protegidos e vice versa !

  4. Então. Q Batore nem precise se submeter ao vexame nas tentativas de se reeleger.
    Tipo assim: bom demais já ser expulso da política de imediato.
    Ele já tem o q fazer fora do pardieiro!!!

    1. Quando é um político opositor ao governo não haverá comunicação de crime e segue os trâmites natural , quando é do outro lado o ministro relator vira celebridade e da entrevista todos os dias mandando recados ameaçadores , intimidando e constrangendo !

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.