-Publicidade-

Fundeb: relatório deve ser apresentado na quarta

Senador Flávio Arns (Rede-PR) pretende entregar o seu parecer até quarta-feira, 29, contudo, a votação só deve ocorrer em agosto
Proposta é relatada por Flávio Arns (Rede-PR) | Foto: Roque de Sá/Agência Senado
Proposta é relatada por Flávio Arns (Rede-PR) | Foto: Roque de Sá/Agência Senado | Senador Fundeb

Senador Flávio Arns (Rede-PR) pretende entregar seu parecer até amanhã, mas a votação do Fundeb só deve ocorrer em agosto

Senador Fundeb
Proposta é relatada por Flávio Arns (Rede-PR) | Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O relator da proposta do Fundo de Manutenção da Educação Básica (Fundeb), senador Flávio Arns (Rede-PR), afirmou que pretende entregar até amanhã, quarta-feira 29, seu parecer para o Senado. Contudo, a proposta só deverá ser apreciada pela Casa na segunda quinzena de agosto.

Além disso, o parlamentar já afirmou que não pretende alterar o teor do relatório aprovado pela Câmara dos Deputados. Uma eventual mudança faria com que o texto tivesse de retornar para os deputados.

“O texto já está preparado. Estou apenas relendo alguns trechos antes de mandar para ser protocolado”, disse.

Leia mais: “Os desafios do novo ministro da Educação”

A proposta torna o Fundeb permanente e aumenta de 10% para 23% em seis anos a participação da União no fundo. Do valor financiado pelo governo federal, 5% terá de ser aplicado em ações relacionadas à primeira infância.

“O Senado construiu com a Câmara uma proposta de consenso, por meio da participação de senadores, enquanto o texto estava sendo analisado pela comissão especial de deputados. Já estamos em conversas com os senadores para que a proposta seja aprovada na Casa sem modificações, e ser promulgada o mais breve possível”, chancelou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

Leia também: “Para Huck, Felipe Neto é ‘voz corajosa nas redes’”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.