Senador quer prorrogar auxílio emergencial por mais 3 meses

Término do benefício está previsto para o fim de 2020
-Publicidade-
O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) | Foto: Pedro França/Agência Senado
O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) | Foto: Pedro França/Agência Senado

Término do benefício está previsto para o fim de 2020

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) | Foto: Pedro França/Agência Senado
-Publicidade-

Nesta segunda-feira, 14, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) apresentou um projeto de lei para prorrogar o auxílio emergencial até 31 de março de 2021. O programa tem seu término previsto para o fim de 2020. Caso a medida seja aprovada, o prazo para o encerramento do estado de calamidade pública no país também será estendido até a mesma data para que o governo federal possa continuar atuando sem o limite do teto de gastos. O parlamentar é o relator do benefício no Senado.

O “auxílio emergencial residual”, como classificou o senador, seria de R$ 300. Para Vieira, o estado de calamidade não pode acabar antes que a pandemia termine. “Não podemos cogitar de subitamente retirar das famílias a renda que aqui garantimos. Enquanto o Parlamento trabalha para fornecer novos programas e soluções que garantam alguma segurança de renda às famílias vulneráveis à pobreza, é necessário criarmos um mecanismo que permita uma regressão lenta e controlada do auxílio emergencial”, disse. “De fato, infelizmente, a pandemia não acabou e a vacinação ainda demorará alguns meses. Não podemos aceitar o fim formal do estado de calamidade se a calamidade continua.”

Leia também: “OAB quer obrigar governo a comprar vacinas aprovadas no exterior”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

5 comments

      1. O senador deve ter ficado com o tico e o teco sequelados pelo virus chinês. Quem paga a conta?

  1. Esse aparente “bom moço”, sempre sério e bravo, é a mesma figura de senador inútil como Randolfe Rodrigues que tudo fazem para impedir o governo Bolsonaro de governar e o pais crescer.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site