-Publicidade-

Serra e empresário estão no topo da cadeia criminosa de caixa 2, aponta PF

Senador é alvo de operação que apura supostas irregularidades de R$ 5 milhões
O senador José Serra (PSDB-SP) | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL
O senador José Serra (PSDB-SP) | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL | O senador José Serra (PSDB-SP) | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL

Senador é alvo de operação que apura supostas irregularidades de R$ 5 milhões

serra
O senador José Serra (PSDB-SP) | Foto: VALTER CAMPANATO/AGÊNCIA BRASIL

O senador José Serra (PSDB-SP) está no “topo da cadeia criminosa, no polo político”, do suposto esquema de caixa 2 de sua campanha ao Senado Federal em 2014. É o que garante o delegado responsável pela investigação, Milton Fornazari Júnior.

Em síntese, o atual parlamentar teria recebido R$ 5 milhões através de repasses irregulares para vencer a eleição.

Além disso, segundo Fornazari, o fundador da Qualicorp, José Seripieri Filho, está no “topo da cadeia criminosa, no polo financeiro,” da fraude. Suspeita-se que o empresário tenha efetuado as doações ilícitas. Conforme noticiou Oeste, ele foi preso ontem na Operação Paralelo 23.

Os agentes tentaram cumprir um mandado de busca e apreensão no gabinete de Serra, mas foram barrados por Dias Toffoli.

A partir de agora, a polícia deve apurar se o repasse objetivava alguma contrapartida. “Não é crível que uma empresa faça doações milionárias a um candidato sem a expectativa de retorno”, argumenta Fornazari acerca da operação.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.