STF arquiva investigação sobre repasses da Odebrecht para Aécio

Prevaleceu o entendimento do relator, ministro Gilmar Mendes
-Publicidade-
Dinheiro teria sido destinado à campanha do tucano, em 2014
Dinheiro teria sido destinado à campanha do tucano, em 2014 | Foto: José Cruz/Agência Brasil

O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) está livre de um inquérito do Ministério Público Federal (MPF). Agora trancada, a ação apurava repasses ilegais da construtora Odebrecht para a campanha do tucano à Presidência em 2014. A decisão é da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal. Prevaleceu o entendimento do relator do caso, ministro Gilmar Mendes, segundo o qual havia “fragilidades probatórias” na investigação do MPF.

“A instauração do inquérito e seus desdobramentos investigativos encontram-se amparados apenas em declarações contraditórias apresentadas por colaboradores premiados”, sustentou Gilmar. Nunes Marques foi no mesmo sentido. Fachin votou pela remessa do caso para a Justiça Federal, por entender que os indícios eram de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. O ministro Ricardo Lewandowksi votou para que o processo fosse para a Justiça Eleitoral.

O caso

-Publicidade-

Em 2017, o ex-presidente da Odebrecht Marcelo Odebrecht relatou que o então presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, teria lhe pedido R$ 15 milhões no final do primeiro turno da campanha de 2014. Aécio seria o “Mineirinho” nas planilhas do Setor de Operações Estruturadas da empreiteira.

Leia também: “A operação que mostrou que todos são iguais perante a lei”, reportagem publicada na Edição 21 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. É por essas e outras que, daqui a pouco um juiz aqui da minha cidade se achando acima do bem e do mal (como se não já se achassem né) pode vim e dizer o que eu e minha família podemos ou não comer, onde podemos ou não ir, o que podemos ou não fazer nos finais de semana e por aí vai, xiiii, mas parece que já fazem, meu Deus!! Resumo: CANALHAS, MIL VEZES CANALHAS!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.