STF define data para julgar denúncia contra Jefferson

Ex-presidente nacional do PTB supostamente praticou atos antidemocráticos, homofobia e calúnia
-Publicidade-
Jefferson está na mira do STF
Jefferson está na mira do STF | Foto: Reprodução/TV PTB

O Supremo Tribunal Federal (STF) vai retomar o julgamento de uma denúncia contra Roberto Jefferson, ex-presidente nacional do PTB, na quarta-feira 17. Ele é acusado de calúnia, homofobia e incitação de dano ao patrimônio público. A queixa foi prestada pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

Em fevereiro, a Corte formou maioria parar tornar réu o ex-parlamentar. Contudo, um pedido de vista (mais tempo para análise) do ministro Nunes Marques suspendeu o julgamento e adiou a decisão do STF sobre o caso.

No documento, a PGR lista sete declarações que supostamente infringiram dispositivos do Código Penal e da Lei de Segurança Nacional. Desde janeiro deste ano, Jefferson cumpre prisão domiciliar, depois de ficar quatro meses na penitenciária de Bangu (RJ). Enquadrado em um inquérito do STF, Jefferson supostamente integrava uma “quadrilha digital”.

-Publicidade-

A Corte já tem maioria para condenar o ex-deputado. Gilmar Mendes, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli e Cármen Lúcia seguiram o voto do relator, ministro Alexandre de Moraes, cuja argumentação sustentou que Jefferson praticou “atos antidemocráticos” contra o Estado de Direito.

Denúncia contra Jefferson

Segundo a PGR, ele ‘’incentivou o povo brasileiro a invadir a sede do Senado e a praticar vias de fato contra senadores”. O ex-deputado teria o intuito de “impedir o livre exercício do Poder Legislativo”. A PGR também acusa o ex-deputado de tentar incentivar “o povo brasileiro a destruir, com emprego de substância explosiva, o prédio do Tribunal Superior Eleitoral”. Jefferson teria atacado pessoas LGBT por supostamente compará-las a traficantes.

Leia também: “A última entrevista com Roberto Jefferson”, publicada na Edição 73 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

11 comentários Ver comentários

  1. da nojo escutando e ver esses Caras do Mal de Advocacia Geral dos Criminosos de todos os Cores e Amigos Políticos nojentos Corruptos… um STF tudo ACOVARDADO e CORRUMPITO , perdeu tudo Credibilidade para ficar Guardião de Constituição Federal 🤬 eles pode tudo – fazendo Crimis de Responsabilidade e Crimis Abuso de Autoridade , Obstrução de Justiça em Brasil com Decisões contra Constituição Federal e Leis em Vigor – eles Instalando uma Organização Criminoso dentro do STF 🤬 pegando Povo Brasileiro inteiro de Refém , com Decisões e Declarações absolutamente INCONSTITUCIONAL
    e ILEGAL- esses Vagabundos nojentos mostrando Cara de Verdade agora 🤬 quem vai parar esses Togados fora de Controle – para Povo Brasileiro ficando so uma Resolução – Impeachment desses Ministros 🤬 Eles quero Destruir esses Jove Democracia e Pátria de Brasil #ForaSTF

  2. E o Lula, quando vai ser julgado pelos mesmos crimes? Já estamos assistindo as invasões do MST e agora do MTST. Pacheco, mostre que você é brasileiro e não teme o julgamento dos seus casos no STF porque vc confia que não fez nada de errado, senão não o teria feito. Mas agora ao não pautar os pedidos de impedimeento dos yoctostros do STF, vc estará fazendo algo muito errado: frustrando a expectativa de milhões de brasilerios patriotas.

  3. Iluministros… que vergonha! Esses não-crimes que acusam o Robert nem deveriam passar da primeira estância. (Ah mas ele xingou minha mãe, ui, ui…)

  4. Pode falar o que quiser, mas eu sou fã do Bob Jeff. Sujeito corajoso, valente, não se verga, não se submete a bandidos do STF. Pra ele eu tiro meu chapéu.

  5. Cidadão está preso antes de ter sido julgado, enquanto outro julgado e condenado em 3 instâncias está livre e concorrendo ao cargo de presidente.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.