STF: Fux perde força após 4 ministros decidirem não entrar em recesso

Abriram mão do descanso: Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes
-Publicidade-

Abriram mão do descanso: Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes

Luiz Fux
Presidente do STF, Luiz Fux e outros ministros | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Em decisão atípica, quatro ministros do Supremo Tribunal Federal decidiram que vão continuar trabalhando no recesso do Judiciário. A iniciativa é vista como uma forma de esvaziar o poder do presidente da Corte, Luiz Fux, no período.

-Publicidade-

Abriram mão do descanso: Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes.

Leia mais: Gilmar Mendes solta um dos maiores doleiros do país

Normalmente, neste período, o presidente do STF decide questões urgentes mesmo em processos de outros ministros.

Segundo o portal UOL, dentre os ministros que justificaram a medida, a avaliação é que o país passa por momento delicado na pandemia e que é preciso manter o trabalho. Luiz Fux não se manifestou.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários

    1. Não tem que tomar cuidado coisa nenhuma. Tem que invocar o Artigo 142 e solicitar que as FFAA restabeleçam a harmonia entre os podêres. Cada macaco no seu galho.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro