Temer: ‘Ministro Alexandre não tem absolutamente nada pessoal contra o presidente’

Bolsonaro divulgou uma nota dizendo: 'Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes'
-Publicidade-
Ex-presidente Michel Temer | Foto: Beto Barata/PR
Ex-presidente Michel Temer | Foto: Beto Barata/PR

O ex-presidente Michel Temer (MDB) afirmou nesta quinta-feira, 9, que, ao conversar com Alexandre de Moraes, verificou que o ministro do Supremo Tribunal Federal “não tem absolutamente nada pessoal contra o presidente nem contra ninguém”.

Em entrevista ao jornalista José Luiz Datena, da rede Bandeirantes, Temer disse que Bolsonaro o procurou ontem para conversar, no que ele teria o aconselhado a dar uma palavra de tranquilidade, para pacificar o país. O emedebista também destacou a importância da harmonia entre os poderes e a necessidade de se cumprir as decisões judiciais.

Leia mais: “STF continua análise da demarcação de terras indígenas na próxima semana”

-Publicidade-

Temer também falou com Moraes, que foi indicado por ele para o Supremo. “Eu verifiquei que o ministro Alexandre não tem absolutamente nada pessoal contra o presidente nem contra ninguém. Ele me disse que decidia juridicamente e que, evidentemente, toda e qualquer contestação, como é mais do que razoável, deveria vir pela via peticional”.

Na manhã desta queinta-feira, 9, Bolsonaro mandou um voo da FAB buscar o ex-presidente para um encontro presencial em Brasília. O emedebista chegou à capital federal com um esboço de uma declaração que, após poucas mudanças, foi divulgado pelo Planalto. Na ocasião, Bolsonaro e Moraes conversaram por telefone.

Para Temer, a declaração em que Bolsonaro busca baixar a temperatura da crise entre os Poderes e afirma que nunca teve “nenhuma intenção de agredir quaisquer Poderes”, foi boa para o país e “causou uma boa repercussão”.

“Penso que ele se convenceu, definitivamente, que este é o melhor caminho”, disse o ex-presidente sobre Bolsonaro.

“Ambos dizem que querem trabalhar pelo Brasil e, se há essa coincidência de desejos, não há por que fazer divergências. As divergências podem ser jurídicas, mas nunca divergências pessoais”, pontuou Temer.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

19 comentários

    1. Caro Sr., bom dia.
      Considerando as palavras utilizadas por V.Sa. no vosso comentário, de fato fica difícil construir um país. Deixo uma sugestão a V.Sa., ou seja, procure ler a respeito de Deontoliga, porque provavelmente enriquecerá, e muito, a sua visão de vida. Porventura V.Sa. concorda comigo, no sentido de que a política é como uma nuvem? Ou não?

  1. Esso é o que o Alexandre fala mas não o que faz. Este pilantra ditador teria que ser expulso do STF. Mas o Senado covarde não fará nada. Então que ele volte a seguir a Constituição.

  2. Achei segura a atitude do Presidente Bolsonaro, a coisa tava esquentando demais nao seria bom para a economia e para a politica , com essa medida ate entre o congresso e senado se abre nas discursoes , a CPI perde forca pois cessa o mal estar entre os poderes , um passo atras mas de bom tom.

    1. Acho que o que falta no Brasil realmente é um poder moderador, para colocar cada um no seu quadradinho. O STF, para julgar processos, o Legislativo para legislar e o Executivo para executar. Nada de darem pitacos fora do seu raio de ação, como o STF atualmente. Para mim, o pior desse país é a merda das forças armadas que temos, que dormem em berço esplêndido enquanto o país pega fogo. Não precisa de intervir, mas de agir para colocar ordem.

  3. Bolsonaro ficou com o povo, mas os militares de alta patente o deixaram na chuva.
    STF sairá vitorioso se ficar por isso mesmo.
    O povo também vai abandonar o presidente se a frustração se confirmar……

  4. Moraes pode dizer que não tem nada contra ninguém, mas sabe que não convence. Só o seu impeachment e do Barroso (pra começar) põe água fria na fervura. O povo não vai engolir essa “falsa pacificação” entre Bolsonaro e STF.

  5. Que tiro foi esse? mandar uma aeronave buscar o Temer? é Bolsonaro, todos os que ofederam o careca, estão em situação difícil! E você teve a chance de dá um basta nisso mas o seu interesse pelo segundo mandato, o atropelou! Aparentemente o brasil arruinou de vez.

  6. ÓTIMA ESTRATEGIA! MOSTRA QUE O PRESIDENTE TEM DIALOGO E NÃO ACEITA SER MANIPULADO PELO ÓDIO DE PESSOAS DE QUE QUER O CAOS! ENTENDAM GENTE. ÓTIMA ESTRATEGIA! O PRESIDENTE TEM APOIO.

  7. Pode ser uma estratégia, ok. Mas ficou muito feio pois foi o Presidente quem deu o primeiro passo buscando Temer. Não foi o STF que foi pedir interlocução com Gen Heleno por exemplo.
    Ficou muito feio sim, incompatível com os discursos dele, pois existem mecanismos dentro das 4 linhas para dar um basta no STF. Escrevo isso com o coração partido e espero o dano entre os apoiadores seja pequeno.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro