Zema recua e concede reajuste menor para segurança

Bilac Pinto, secretário de Governo de Minas Gerais, entregou o cargo depois de decisão por sanção parcial de acordo
-Publicidade-

Bilac Pinto, secretário de Governo de Minas Gerais, entregou o cargo depois de decisão por sanção parcial do acordo

-Publicidade-

Pressionado, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), decidiu conceder nesta quarta-feira, 11, um reajuste menor aos servidores da segurança pública.

No dia 18 de fevereiro, a Assembleia Legislativa do estado havia aprovado um projeto do governo que previa um reajuste de 41,7% para funcionários da categoria.

Zema, no entanto, vetou parcialmente o projeto apresentado pelo próprio executivo e concedeu um aumento de 13% para 2020.

Assim, o impacto financeiro da medida cai de R$ 9 bilhões para R$ 1,1 bilhão.

A decisão de sancionar parcialmente o texto fez com que o secretário de Governo de Minas Gerais, Bilac Pinto (DEM), entregasse o cargo.

Uma emenda apresentada e aprovada pela Assembleia, que concedia reajuste de 28,8% para a maioria dos outros cargos públicos, foi vetada pelo governador.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site