Após trabalho de Mandetta em Ministério, DEM sonha com Presidência em 2022

O último nome considerado competitivo pelo antigo PFL foi o da ex-senadora Roseana Sarney, em 2002, cuja pré-candidatura não resistiu a uma operação da PF
-Publicidade-
DEM quer Mandetta candidato à Presidência | José Cruz/Agência Brasil
DEM quer Mandetta candidato à Presidência | José Cruz/Agência Brasil

O último nome considerado competitivo pelo antigo PFL foi o da ex-senadora Roseana Sarney, em 2002, cuja pré-candidatura não resistiu a uma operação da PF

DEM quer Mandetta candidato à Presidência | José Cruz/Agência Brasil

O trabalho que vem sendo desenvolvido pelo ministro Luiz Henrique Mandetta à frente do Ministério da Saúde durante a crise do coronavírus despertou um sonho antigo de caciques do DEM: ter um nome competitivo para disputar uma eleição presidencial.

-Publicidade-

MAIS: “Travamento absoluto” é péssimo para a Saúde

Desde o governo Fernando Henrique Cardoso, o partido (antes PFL) sempre foi visto como um apêndice do tucanato. Foi assim na reeleição de FHC, foi assim nas candidaturas de José Serra e Geraldo Alckmin. Agora, quase 20 anos depois, a cúpula do DEM acompanha cada passo de Mandetta e acredita que ele desponta como o nome do partido para a disputa presidencial de 2022. Apesar das investidas dos caciques demistas, o ministro evita qualquer conversa sobre o assunto neste momento.

O último nome considerado competitivo nos quadros do antigo PFL e hoje DEM foi o da ex-senadora Roseana Sarney, filha do ex-presidente José Sarney. A pré-candidatura dela naufragou seis meses antes das eleições, após a Polícia Federal (PF) ter realizado uma operação que resultou na apreensão de R$ 1,34 milhão em espécie (cerca de R$ 4 milhões em valores atuais), na empresa de seu marido, Jorge Murad.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.