Países iniciam reabertura e flexibilização do confinamento

Alemanha, Espanha, França e Índia já anunciaram medidas visando a reabertura de comércios e retomada da atividade econômica
-Publicidade-
Foto: Internet
Foto: Internet

Alemanha, Espanha, França e Índia já anunciaram medidas visando à reabertura de comércios e retomada da atividade econômica

Foto: Internet
-Publicidade-

Alguns países estão retomando, gradualmente, as atividades econômicas paralisadas por causa da pandemia de coronavírus. Desde ontem, segunda-feira 20, a Alemanha reabriu parte do comércio, permitindo o funcionamento de pequenos estabelecimentos.

MAIS: Durante isolamento, senadores são obrigados a lavar louça e limpar casa

Com um dos melhores sistemas de saúde do mundo, o país monitora a reabertura e determina que empresas e população continuem adotando medidas preventivas, como o distanciamento social. É a máxima: saúde e economia andando juntas. Como aliadas, não como inimigas.

Berlim permitiu que os Estados estabeleçam as próprias normas de flexibilização, desde que respeitem a estratégia nacional de enfrentamento, adotada pelo governo de Angela Merkel.

A Espanha já flexibilizou o funcionamento da construção civil e a França anunciou que o início do relaxamento será a partir de 11 de maio.

Um relatório divulgado pelo site do jornal Financial Times aponta que, só na Europa, o desligamento provocado pelo coronavírus ameaça 59 milhões de empregos.

Na Índia, também começou o relaxamento gradual das medidas de isolamento social de várias semanas que deixaram milhões de pessoas sem emprego ou acesso a alimentos. Ontem, algumas lojas e pequenas empresas reabriram na zona rural do país.

Segundo o primeiro-ministro Narendra Modi, algumas atividades, incluindo operações industriais e agricultura, serão permitidas no interior da Índia, menos afetado pela covid-19. Cerca de 4 mil fábricas retomaram as operações no oeste de Gujarat, uma das regiões mais industrializadas do país, informou o escritório do primeiro-ministro.

RADICALISMO: Albânia quer 15 anos de prisão para quem desrespeitar o confinamento

Nas áreas não classificadas como zona de contenção à doença, serviços autônomos e do setor de construção também passaram a ser permitidos.

Economistas avaliam que o país asiático vai ficar estagnado e não deve crescer no ano fiscal que começou em 1º de abril.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO. Muito se tem falado ùltimamente em Democracia. Em um Paīs onde os trabalhadores ganham tostões e os Partidos Políticos Bilhões, não há Democracia. A Renda Média per-capta brasileira é de 2,5 salários mínimos. 3 Bilhões de Reais ( Fundo Partidário + Fundo Eleitoral ) serão repartidos este ano entre os Partidos.

  2. Alemanha, França, Espanha, Índia, Itália…Todos esses países já estão retomando as atividades econômicas. Os governadores não podem impedir o Brasil de voltar à normalidade e retomar o crescimento. Precisamos reativar nossa economia com a maior urgência possível!

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site