PT busca frente de oposição na eleição da Câmara

Partido não chegou ao consenso sobre como vai se articular na votação
-Publicidade-

Partido não chegou a consenso sobre como vai se articular na votação

Congresso Nacional
Fachada do Congresso Nacional ao entardecer | Foto: Pedro França/Agência Senado
-Publicidade-

A Executiva nacional do PT decidiu ontem que vai tentar construir um bloco de esquerda na Câmara para que os partidos se posicionem em conjunto na escolha do candidato à presidência da Casa.

O partido não chegou a consenso sobre apoiar o líder do Centrão, Arthur Lira (PP-AL), aliado do presidente Jair Bolsonaro, um nome ligado a Rodrigo Maia ou lançar candidato próprio.

Leia mais: “PT não consegue dialogar com o eleitor, diz especialista”
“Por que a Câmara é tão ruim”

A proposta, que será encaminhada a PSB, PDT, PCdoB, Psol e Rede, baseia-se em dois pontos: compromisso do candidato com uma agenda mínima da oposição e garantia da aplicação do critério da proporcionalidade na composição das comissões e da Mesa Diretora.

O PT tem a maior bancada da Câmara, mas ficou fora dos principais cargos por se recusar a apoiar Maia em 2019.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comments

  1. Não existem quaisquer dúvidas que a marginalidade existente na Câmara irá se unir contra o País.
    Tem sido assim desde a Lei da Anistia para cá, quando permitimos, irresponsavelmente, o retorno dos criminosos terroristas e traidores da Pátria para dar continuidade às suas sanhas: o poder à todo custo para se locupletarem, tanto materialmente quanto psicologicamente, pois se trata de marginais amorais se utilizando da desfaçatez de que é para o bem dos pobres e das “minorias” criadas por eles justamente para nos dividir e melhor controle!

  2. Partido, que antes estocava o vento, está estocando dinheiro agora. Em três anos, 2018, 2019 e 2020, somando-se o Fundo Partidário com o Fundo Eleitoral, foram mais de Quinhentos MILHÕES DE REAIS embolsados.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site