Desenvolvimento do ‘carro voador’ pode chegar a US$ 300 milhões, estima ex-presidente da Embraer

O protótipo se assemelha um a drone com capacidade de transportar pessoas
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Embraer
Foto: Divulgação/Embraer

O custo de desenvolvimento do eVTOL, o “carro voador” da Embraer, deve ficar em cerca de US$ 300 milhões. A estimativa é do ex-presidente da companhia Paulo Cesar de Souza e Silva. O executivo dirigia a empresa quando o projeto foi criado. O protótipo se assemelha a um drone com capacidade de transportar pessoas.

Leia também: “Divisão de ‘carros voadores’ da Embraer anuncia negociações para fusão”

-Publicidade-

“Quando criei o projeto, em 2017, destinamos inicialmente US$ 15 milhões para pesquisas”, disse Souza e Silva ao jornal O Estado de S. Paulo, em entrevista publicada nesta sexta-feira, 11. “Depois, o valor ia crescendo. Mas a fase mais pesada ocorre quando se enxerga a possibilidade de o produto efetivamente ir em frente. Imagino que o total esteja na faixa de US$ 300 milhões.”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site