Governo negocia para estabelecer fábrica de semicondutores no Brasil

País assinou um protocolo de entendimento com empresas do setor
-Publicidade-
Atualmente, a produção de semicondutores está concentrada em países da Ásia
Atualmente, a produção de semicondutores está concentrada em países da Ásia | Foto: Divulgação

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, anunciou que o governo está negociando com outros países e empresas do setor para instalar uma fábrica de semicondutores no Brasil. A declaração foi dada na quinta-feira 11, durante um encontro com empresários, no evento 5G.BR, em São Paulo.

De acordo com o ministro, os gigantes de tecnologia Intel e Samsung assinaram um memorando para a instalação de uma planta no Brasil dedicada à produção de semicondutores. O projeto deverá ter parceiros de outros países, como Japão e Finlândia.

“Esse é o nosso objetivo. Queremos fazer uma parceria para que a gente não fique dependendo de outros países”, disse o ministro a Oeste.

-Publicidade-

Durante um painel com representantes da Finlândia, do Japão e dos Estados Unidos, Faria disse que expandir a produção para outros países é uma alternativa para que o mundo não fique dependente da tecnologia, que está concentrada na Ásia.

No entanto, o ministro destacou que o Brasil não tem mão de obra suficiente. “Temos que preparar esses profissionais e contamos com a ajuda do setor privado também” disse Faria.

Fábrica de semicondutores e 5G no Brasil

O seminário internacional discutiu as funcionalidades da quinta geração de internet móvel e os reflexos para vários setores econômicos. Segundo o governo federal, até o fim de agosto, 25 capitais brasileiras terão o serviço ativado.

O 5G começou a funcionar no Brasil em 5 de julho, em Brasília. Belo Horizonte, Porto Alegre, João Pessoa e São Paulo também já contam com a tecnologia. Goiânia, Curitiba, Salvador e Rio de Janeiro devem ser as próximas capitais brasileiras a ter o serviço ativado.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.