Morre Clive Sinclair, o criador do computador doméstico

Britânico inventou também a primeira calculadora de bolso e o carro elétrico
-Publicidade-
Clive Sinclair (1940-2021). (Foto: reprodução redes sociais)
Clive Sinclair (1940-2021). (Foto: reprodução redes sociais)

O inglês Clive Sinclair (1940-2021) lançou em 1980 o computador barato e acessível ZX-80, que teve uma versão brasileira. O computador era na verdade apenas um teclado que tinha de ser conectado à TV.

Leia também: Seu próximo monitor pode ser um par de óculos

Para funcionar, o ZX-80 tinha de ser programado em linguagem Basic pelo usuário. Não havia ainda o conceito de software. Mas Clive Sinclair revolucionou o mercado, acabando com o monopólio dos mainframes — grandes computadores que rodavam somente em corporações e centros de pesquisa.

-Publicidade-
O popular ZX-Spectrum (Foto: reprodução redes sociais)

Como tantos outros gênios da tecnologia, Sinclair não teve uma educação formal específica na área. Foi um visionário, mas não conseguiu transformar a maioria de suas invenções em produtos lucrativos. Além do ZX-80, ele projetou a primeira TV portátil e a primeira calculadora de bolso. Criou também um modelo primitivo de carro elétrico, o C5.

C-5, o primeiro carro elétrico (Foto: reprodução redes sociais)
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Vale a pena fazer alguns acrécimos e ajustes na homenagem a Clive Sinclair que merece ser lembrado pelo seu ZX-80. O título entretanto exagera ao dizer que ele foi o “criador do computador doméstico”. Houve uma legião de “criadores” que produziram computadores domésticos antes de Sinclair e seu modelo bem simples não chegou a revolucionar o mercado de computadores. O ZX 80, do qual fui um usuário em 1982, era um pequeno computador bem versátil, que tinha softwares como jogos e até planilhas -que ficavam gravados em fita cassete. Aliás, a empresa brasileira que vendia software para o ZX-80 se denominava “Microsoft”, clonando o nome da indústria de Bill Gates, depois de ter clonado o modelo criado por Sinclair. O que mais destacou Sinclair foi ter oferecido, nos anos 1980, um computador pessoal muito acessível, por 100 libras esterlinas (500 dólares de hoje). Era o que havia de mais barato na época, quando os computadores pessoais, como o Commodore PET ou o Apple II (ambos criados 3 anos antes do ZX-80) custavam pelo menos sete vezes mais! E, Sinclair teve sim seus momentos de glória. Após o ZX-80 criou modelos que foram mais baratos ainda e venderam milhões de unidades

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.