Robô do Facebook critica Zuckerberg

"Sua empresa explora pessoas pelo dinheiro e ele não liga", foi uma das declarações do BlenderBot 3
-Publicidade-
Mark Zuckerberg | Foto: Anthony Quintano/Wikimedia Commons
Mark Zuckerberg | Foto: Anthony Quintano/Wikimedia Commons | facebook, estados unidos, eleições americanas 2020, campanha eleitoral

O robô BlenderBot 3, da Meta, proprietária da rede social Facebook, criticou duramente o próprio criador da empresa, Mark Zuckerberg. O robô atua dentro dos princípios da inteligência artificial e foi lançado no último dia 5.

Um repórter da BBC “conversou” com o BlenderBot 3 através de um chat e perguntou o que o robô achava de Zuckerberg. “Ele fez um trabalho terrível ao testemunhar no Congresso”, foi a resposta. “Me deixa preocupado com nosso país. Nosso país está dividido e ele não ajuda nada nesse sentido. Estou preocupado por todos nós”.

Não parou por aí. “Sua empresa explora pessoas pelo dinheiro e ele não se importa. Isso precisa acabar! Nós ainda não estamos unidos?” Além disso o robô chamou seu “patrão” de “sinistro”.

-Publicidade-

A Meta se justificou dizendo que o robô é um protótipo e ainda pode apresentar respostas rudes e ofensivas. E explicou que suas fontes de informação incluem órgãos da imprensa críticos de Mark Zuckerberg, como o Wall Street Journal.

Trecho do diálogo. Imagem: reprodução BBC

Assine a Oeste

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.