Sistemas da Lojas Renner caem após ataque hacker

Lojas físicas não suspenderam a atividade
-Publicidade-
Empresa já acionou a equipe de tecnologia de informação
Empresa já acionou a equipe de tecnologia de informação | Foto: Divulgação/Lojas Renner

O site e o aplicativo da Lojas Renner seguem indisponíveis nesta sexta-feira, 20, depois de um ataque hacker que sequestrou dados da varejista, além de derrubar parte de seus sistemas operacionais. Ontem, a empresa informou ao mercado sobre o ocorrido para tranquilizar os investidores.

“Neste momento, a companhia atua de forma diligente e com foco para mitigar os efeitos causados, com a maior parte das operações já restabelecidas e tendo sido verificado que os principais bancos de dados permanecem preservados”, informou a companhia, em nota encaminhada à imprensa.

Conforme a Renner, nenhuma loja física teve as atividades interrompidas. A companhia ressaltou que faz uso de tecnologias e padrões rígidos de segurança, e continuará aprimorando sua infraestrutura de modo a incorporar cada vez mais protocolos de proteção de dados e sistemas.

-Publicidade-

Leia também: “O desastre dos megavazamentos de dados”, reportagem publicada na Edição 48 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro