Startup chilena de seguros chega ao Brasil com aporte de US$ 60 mi

A ideia é expandir negócios na América Latina
-Publicidade-
Foto: Divulgação/Betterfly
Foto: Divulgação/Betterfly

A Betterfly, startup chilena de seguros de vida, desembarcou no Brasil na quarta-feira 16 depois de receber um aporte de US$ 60 milhões (R$ 301,5 milhões, na cotação atual). O investimento foi capitaneado por nomes como DST Global, QED Investors, Valor Capital, Endeavor Catalyst e SoftBank. A ideia é dar musculatura à empresa, com a finalidade de expandir negócios na América Latina.

A companhia disponibiliza uma plataforma aos usuários que dá acesso a um seguro de vida, cujo valor de cobertura cresce conforme o usuário acumula pontos. A pontuação é gerada pelo nível de adoção de práticas saudáveis, como a realização de exercícios físicos e horas regulares de sono. Além disso, oferece serviços de telemedicina, suporte à saúde mental, fitness virtual, meditação e mindfulness.

Leia também: “O Brasil virou fábrica de fintechs”, artigo de Dagomir Marquezi publicado na Edição 62 da Revista Oeste

-Publicidade-

Com informações do Estadão Conteúdo

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site