Donald Trump processa redes sociais

Ex-presidente norte-americano quer recuperar suas contas nas redes sociais
-Publicidade-
O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump | Foto: Reprodução/YouTube
O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump | Foto: Reprodução/YouTube

Na quarta-feira 7, o ex-presidente Donald Trump anunicou que está processando o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, o CEO do Twitter, Jack Dorsey, e o CEO do Google, Sundar Pichai por “censura ilegal”.

Com os processos, Trump quer recuperar suas contas nas redes sociais. Em janeiro deste ano, as big techs censuraram o ex-presidente por ele supostamente incentivar a invasão do Congresso Nacional dos EUA. O esforço legal de Trump é apoiado pelo America First Policy Institute, uma organização sem fins lucrativos que apoia as políticas do republicano. Além disso, Trump também pede ao tribunal que imponha penalidades aos três gigantes de tecnologia.

Segundo o jornal Financial Times, ao bloquear Donald Trump, as redes sociais “violaram a Primeira Emenda da Constituição, que garante a liberdade de expressão”. Para o ex-presidente, o processo vai “virar o jogo no país”.

-Publicidade-

Para o professor Paul Barrett, da Universidade de Nova York, essa estratégia não vai funcionar, pois a Primeira Emenda garante apenas que não pode haver censura do governo, mas não inclui empresas particulares como as redes sociais.

Nova rede social

Jason Miller, que serviu como porta-voz do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, lançou uma rede social semelhante ao Twitter: a Gettr. Inaugurada no domingo 4, a plataforma já tem mais de 500 mil usuários e pretende se contrapor às big techs. Por ora, não se sabe se Trump está envolvido no desenvolvimento da rede social.

Com informações do portal Axios

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. “Para o professor Paul Barrett, da Universidade de Nova York, essa estratégia não vai funcionar, pois a Primeira Emenda garante apenas que não pode haver censura do governo, mas não inclui empresas particulares como as redes sociais.”. Mais um “professor” que interpreta uma legislação clara ao bel prazer pessoal e esconde (ou finge) a relação que esta emenda tem com a nona emenda constitucional americana.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site