Agronegócio brasileiro alimentou 772 milhões de pessoas em 2020

Em dez anos, participação do Brasil no mercado mundial de alimentos saltou de US$ 20,6 bilhões para US$ 100 bilhões
-Publicidade-
Segundo o levantamento, 560,365 milhões de estrangeiros consumiram alimentos do Brasil em 2020
Segundo o levantamento, 560,365 milhões de estrangeiros consumiram alimentos do Brasil em 2020 | Foto: Agência Brasil

Um levantamento divulgado nesta quinta-feira, 4, pela Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas (Sire) da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) aponta que cerca de 772,6 milhões de pessoas foram alimentadas em 2020 pelo agronegócio brasileiro. De acordo com o estudo, esse contingente é formado por 212,235 milhões de brasileiros e outros 560,365 milhões de estrangeiros.

Leia mais: “Exportação do agronegócio em janeiro alcança US$ 5,67 bi, informa CNA”

-Publicidade-

“A variação da população total alimentada pelo Brasil em 2019, de 809,472 milhões em relação a 2020, deve-se à variação de preços dos produtos nos dois anos considerados. Assim, pode-se afirmar que ao redor de 800 milhões de pessoas são alimentadas pelo Brasil, incluindo a população brasileira”, afirmam os autores da pesquisa.

Na última década, houve um aumento exponencial da participação do Brasil no mercado mundial de alimentos — um salto de US$ 20,6 bilhões para US$ 100 bilhões. Os itens mais valorizados no período foram carne, soja, milho, algodão e produtos florestais.

Segundo os pesquisadores, o país respondia por 6% de participação na produção mundial de grãos em 2011 e, no ano passado, chegou a 8%.

Como noticiamos, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) tem uma estimativa animadora em relação ao agronegócio brasileiro para 2021. De acordo com levantamento do órgão, a safra de grãos deste ano deverá bater novo recorde (cerca de 262,2 milhões de toneladas).

Leia também: “O agro sob novo ataque”, reportagem de Branca Nunes e Edilson Salgueiro publicada na Edição 49 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.