-Publicidade-

‘Ambientalismo retrógrado’, afirma Xico Graziano sobre Zoneamento Ecológico Econômico de MT

Medida pode inviabilizar a produção agrícola do Vale do Araguaia, território que engloba 17 cidades e soma 4 milhões de hectares
Xico Graziano não poupou críticas ao ZSEE de Mato Grosso
Xico Graziano não poupou críticas ao ZSEE de Mato Grosso | Foto: Reprodução/YouTube

O agrônomo e ambientalista Xico Graziano criticou a proposta de Zoneamento Socioeconômico Ecológico (ZSEE) de Mato Grosso, que, na teoria, tem como objetivo estabelecer medidas de proteção destinadas a assegurar o desenvolvimento sustentável e a melhoria das condições de vida da população. Na prática, entretanto, conforme reportagem publicada na Edição 49 da Revista Oeste, essa política pode inviabilizar a produção agrícola do Vale do Araguaia, território que engloba 17 cidades e soma 4 milhões de hectares. “Se as ideias expressas no ZSSE forem aprovadas, a região está fadada ao empobrecimento”, afirmou Graziano. “Quem conhece essa realidade comprova que o avanço tecnológico, quando bem aplicado, favorece, e não atrapalha, a conservação ambiental”, asseverou. “O ambientalismo retrógrado, e portanto o ZSEE de Mato Grosso, não consegue entender essa vantagem da moderna produção rural do século 21”, concluiu. Se a proposta do governador Mauro Mendes (DEM) for adiante, centenas de pequenos, médios e grandes proprietários rurais perderão o direito ao progresso.

Leia também: “Valor da produção agropecuária deve alcançar R$ 1 trilhão em 2021”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.