Exportação de peixes criados no Brasil cresce 35% no primeiro semestre

Os maiores comparadores foram Estados Unidos, China, Chile e Colômbia
-Publicidade-
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A piscicultura brasileira faturou US$ 7,2 milhões com a exportação de peixes no primeiro semestre deste ano. O valor é 35% maior que o de igual período em 2020. As vendas de filé fresco e congelado de tilápia representaram 84% do total comercializado entre janeiro e julho de 2021. Os maiores comparadores foram Estados Unidos (45%), China (13%), Chile (13%) e Colômbia (12%).

“Trata-se de um resultado muito positivo”, afirmou o presidente executivo da PeixeBR, Francisco Medeiros. “Se levarmos em consideração a pandemia e as restrições indevidas de entrada de nossos peixes de cultivo [criados em tanques] na União Europeia, o desempenho das exportações é satisfatório. Ele mostra as empresas brasileiras atentas não apenas ao abastecimento do mercado doméstico, mas também ao comércio global, com a busca de certificações internacionais.”

Leia também: “Exportação de soja pode crescer até 18% em julho”

-Publicidade-
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.