JBS antecipa meta de desmatamento ilegal zero no Brasil

Antes, a empresa havia estabelecido o limite em 2030
-Publicidade-
Foto: Divulgação/JBS
Foto: Divulgação/JBS

A JBS antecipou de 2030 para 2025 a meta de zerar o desmatamento ilegal dos fornecedores indiretos em sua cadeia de produção de bovinos no Cerrado, no Pantanal, na Mata Atlântica e na Caatinga. Para a Amazônia, o limite estabelecido já era 2025. Todos os dias, a empresa compra cerca de 30 mil cabeças deste tipo de gado no país. Quase 80 mil fazendas que fornecem diretamente para o grupo são monitoradas diariamente. A companhia é a maior processadora de proteína animal do mundo.

Leia também: “Ipea revisa de 3% para 4,8% a expectativa do crescimento do PIB em 2021”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site