Setor de café e Serasa lançam plataforma de negociação dos grãos

Iniciativa busca diminuir os riscos na hora de cumprir os contratos de compra e venda
-Publicidade-
Fruto do café em lavoura | Foto: CNA/Flickr
Fruto do café em lavoura | Foto: CNA/Flickr

Exportadores de café do Brasil fecharam acordo com a Serasa Experian para implantar, já a partir da próxima semana, um mecanismo que busca trazer mais transparência ao mercado e diminuir riscos de descumprimento de contratos.

Leia mais: “Conselho aprova R$ 1 bi em ajuda para cafeicultores”

Segundo o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil, a plataforma já teve a adesão de compradores que representam mais de 70% do mercado, como exportadores e cooperativas, e começou a ser pensada no primeiro semestre, antes da geadas, que elevaram os temores sobre uma redução do potencial da safra brasileira em 2022.

-Publicidade-

Leia também: “Ipea: Balança comercial do agronegócio chega a US$ 10 bilhões”

O sistema visa preservar os contratos futuros e a termo de café — neste último caso, quando os agricultores se comprometem a vender a safra antes mesmo da colheita, por meio de alguma antecipação de pagamento ou mesmo via barter que, por sua vez, é quando o produtor brasileiro acerta o recebimento de insumos em troca do compromisso de venda futura.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro