Acidentes aéreos subiram quase 12%, segundo Anac

Entre maio de 2020 e abril de 2021, foram registrados 21 eventos fatais
-Publicidade-
Os voos privados, com 42%, é a categoria mais envolvida nos acidentes
Os voos privados, com 42%, é a categoria mais envolvida nos acidentes | Foto: Agência Brasil/Divulgação

O acidente que causou a morte da cantora Marília Mendonça na sexta-feira 5, após a queda de um avião de pequeno porte no interior de Minas Gerais, com cinco passageiros ao todo, será mais um acontecimento do tipo computado pela Agência Nacional de Aviação Civil em 2021.

Segundo o órgão regulador, entre maio de 2020 e abril deste ano, o número de acidentes em voos de passageiros aumentou cerca de 12%, com 48 incidentes registrados e 21 eventos fatais. Os dados são baseados no Relatório Mensal de Segurança Operacional da Anac. Entre janeiro e maio de 2021, foram registrados 7 acidentes aéreos com mortes, de acordo com o mesmo relatório.

-Publicidade-

Falha de motor é a principal causa das ocorrências (31,9%), seguida pela perda de controle em voo (18,5%). Os voos privados, com 42%, é a categoria mais envolvida nos acidentes. Já o táxi aéreo, modalidade que foi a utilizada pela cantora Marília Mendonça no acidente, registrou 5% no número total de ocorrências.

Nota atualizada em 10/11/2021, às 13h07. Diferentemente do que foi noticiado por Oeste na primeira versão desta matéria, segundo o Relatório Mensal de Segurança Operacional da Anac, foram registrados 21 acidentes aéreos fatais entre maio de 2020 e abril de 2021, e não entre janeiro e abril deste ano. Ainda, foi incluída a seguinte informação: Entre janeiro e maio de 2021, foram registrados 7 acidentes aéreos com mortes, de acordo com o mesmo relatório. 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.