Ana Paula Henkel: ‘As pessoas precisam trabalhar para colocar comida na mesa’

Segundo a colunista da Revista Oeste, o lockdown é inviável para boa parte da população brasileira
-Publicidade-
Ana Paula Henkel criticou as medidas restritivas impostas por governadores e prefeitos
Ana Paula Henkel criticou as medidas restritivas impostas por governadores e prefeitos | Foto: Reprodução/YouTube

Durante o programa Os Pingos nos Is desta segunda-feira, 5, exibido na rádio Jovem Pan, Ana Paula Henkel criticou as políticas de isolamento social severas impostas por governadores e prefeitos, alegando que as medidas não são viáveis a boa parte da população brasileira. “As pessoas estão dentro de casa, com a geladeira vazia, vendendo os móveis para comprar alimentos”, afirmou. Segundo a colunista da Revista Oeste, o home office, a comida por delivery e as compras on-line não fazem parte do universo da maioria dos cidadãos. “A realidade do Brasil é que a nossa população está morrendo de fome”, sentenciou. “Os simpatizantes do lockdown não entendem que a saúde não vive sem a economia e a economia não vive sem a saúde”, concluiu.

Leia também: “Não existe lockdown grátis”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.