Anvisa solicita mais documentos do Butantan para avaliar testes da Butanvac

Prazo para análise pela Anvisa foi interrompido

-Publicidade-
Butanvac: faltam informações para a Anvisa
Butanvac: faltam informações para a Anvisa | Foto: Governo do Estado de São Paulo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira, 27, que os dados fornecidos pelo Instituto Butantan no pedido de testes da vacina Butanvac estão incompletos, não atendendo aos requisitos técnicos. Desta forma, até que o Butantan apresente os documentos solicitados, o prazo de análise por parte da agência foi interrompido.

“Com o envio da exigência, o prazo de análise da Anvisa fica interrompido já que a agência depende das informações do Butantan para dar prosseguimento à análise técnica. Até o momento a candidata a vacina, Butanvac, foi testada apenas em animais”, informou o órgão federal.

O pedido de testes para os estudos de fase 1 e 2 do imunizante foi solicitado pelo Instituto Butantan na última sexta-feira, 23, juntamente com o protocolo de estudo clínico, como noticiou Oeste.

-Publicidade-

A lista de informações pedidas pela Anvisa para a continuação da análise contém mais de 40 pontos sobre o protocolo clínico, incluindo detalhamentos técnicos de procedimentos e métodos, e a qualidade do insumo farmacêutico ativo (Ifa).

Leia também: “Produção da ButanVac deve começar nesta semana, afirma Dimas Covas”

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Já temos 3 meses de início da vacinação. Mas até agora não vejo matérias sobre eficácia nas pessoas. Os internados tomaram vacinas? E os da UTI? Quantos mortos tomaram vacinas? Se contam mortos todo dia nas manchetes, pq não informar quantos destes tomaram vacinas? e qual tomaram. Estão escondendo esta informação ou será que só eu tenho interesse em saber sobre isto?

    1. Rosina, todas as vacinas existentes hoje são apenas uma oportunidade comercial, induzidas pela mídia como salvação. Ninguém sabe ainda no que vai dar, porque precisa de tempo para a natureza se manifestar

    2. concordo com você e com Remi. mas a imprensa falha, inclusive nos 2 melhores da atualidade, a Oeste e Gazeta do Povo, em ir atrás dessas informações. mas tirando a imprensa, por que os maiores interessados, fora a população, não informam, que são os laboratórios? o que vejo, ao contrário, é que contaminações/mortes aumentaram após o início da vacinação. com isso posso pensar qualquer coisa. na índia usavam a ivermectina e pararam por conta da grande vacinação. basta ver as manchetes sobre lá.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.