Assembleia de Minas Gerais aprova auxílio emergencial de R$ 600

Projeto prevê ajuda a famílias em situação de extrema pobreza
-Publicidade-
Para ser definitivamente aprovado, o projeto tem de ser sancionado pelo governador Romeu Zema
Para ser definitivamente aprovado, o projeto tem de ser sancionado pelo governador Romeu Zema | Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press/Estadão Conteúdo

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais aprovou na sexta-feira 30 um projeto de lei que determina o pagamento, em parcela única, de R$ 600 a famílias em situação de extrema pobreza. Idealizado pelo presidente da Casa, Agostinho Patrus (PV), com aval dos demais deputados estaduais, o projeto precisa ser sancionado pelo governador Romeu Zema (Novo).

De acordo com os parlamentares, o auxílio emergencial será pago no início de agosto para famílias mineiras com renda mensal de até R$ 89 por pessoa e que estejam registradas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). Ao todo, 1 milhão de famílias no Estado Minas Gerais têm renda abaixo desse patamar.

Leia também: “Salim Mattar é o novo consultor do governo de MG”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

  1. Os próprios prefeitos e governadores massacram a sociedade com insanos lockdows e com proibição criminosa do tratamento precoce e depois vem fazer graça.Chega de hipocrisia!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro